Tonel: "Lance da grande penalidade castiga-me um pouco"

Central do Belenenses esteve ligado ao golo do triunfo leonino, "a melhor equipa em Portugal"

Tonel, jogador do Belenenses, falou da grande penalidade cometida, que deu origem ao golo da vitória do Sporting (1-0). "Foi difícil perder assim. Trabalhámos muito durante o jogo. Viemos aqui com um bom espírito, organizados, com alma. Infelizmente, mesmo ao cair do pano, surgiu o penálti. Aconteceu. Podia não ter acontecido, mas aconteceu. Houve alguma felicidade para o Sporting e infelicidade para nós", disse o central da equipa do Restelo.

"O Sporting assumiu o jogo e quis mais ganhar. Nós também queríamos mas o Sporting fez mais por isso. Fica a personalidade com que jogámos. Defrontámos a melhor equipa a jogar em Portugal. É isso que fica. O resto fica para trás que sábado há mais", defendeu.

O ex-leão acabou por ajudar, já que tocou a bola com a mão, na área, e viu o árbitro marcar grande penalidade: "É tudo muito rápido. Já estava com dificuldades físicas. Quando tento saltar levo um toque do Slimani e depois a bola toca-me na mão. Não tive intenção mas parece que a bola toca-me na mão. O árbitro interpretou assim, não tenho nada a dizer. Fiquei triste. Por tudo o que fizemos, pelo que lutámos, não merecíamos, mas tenho de admitir que o Sporting foi superior."

E disse que foi "um prazer enorme" voltar a Alvalade. "Sentir algumas emoções, pois passei cinco anos fantásticos aqui. Nunca vou esquecer. Este clube diz-me muito. Mas tentei deixar um pouco a emoção de lado e fazer o meu trabalho o melhor possível. O lance da grande penalidade castiga-me um pouco, mas faz parte. Estou de cabeça levantada. Tenho pena pelo trabalho que fizemos, pelo que eu e os meus colegas deram, mas o futebol é mesmo isto. Saio de cabeça levantada, com o sentimento que dei tudo o que tinha", defendeu o central.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG