Sporting "secundário" vence em Guimarães

Golos de Heldon e Dramé deram aos leões a vitória, neste jogo da Taça da Liga. Segundas linhas e jogadores da equipa B mostraram serviço a Marco Silva.

O Sporting venceu hoje o Vitória, em Guimarães, por 2-0 e assumiu a liderança do grupo C da Taça da Liga de futebol, num jogo em que apresentou segundas linhas e jogadores da equipa B.

Os golos dos "leões" foram marcados por Heldon, aos cinco minutos, e por Dramé, na última jogada do desafio, aos 90+4.

Alguns "reforços" de Bruno de Carvalho mostraram serviço, tendo sobressaído um: o defesa central Tobias Figueiredo, de apenas 20 anos e jogador habitual na equipa B, que fez uma exibição quase imaculada.

O Vitória que bateu o Sporting há quase dois meses por um expressivo 3-0, partida que terá marcado o início do `azedar" de relações entre o presidente e o treinador `leoninos" depois das críticas públicas de Bruno de Carvalho, esteve hoje desaparecido, sendo que não vence há um mês e não marca um golo há quatro jogos.

Com uma equipa formada por jogadores menos utilizados da equipa principal e alguns da equipa B, e depois de uma semana turbulenta, em que a saída de Marco Silva chegou a ser ventilada, o Sporting mostrou caráter e empenho e, sem fazer uma grande exibição, fez por merecer a vitória.

A primeira parte foi jogada a um ritmo baixo por ambas as equipas, tendo o primeiro lance de perigo pertencido ao Vitória, com Hernâni a rematar com muito perigo, após falha de Sarr.

Mas, no minuto seguinte, o Sporting inaugurou o marcador por Heldon, que aproveitou da melhor maneira um bom passe de Esgaio. O avançado cabo-verdiano festejou de forma efusiva, correndo para o banco `leonino" para abraçar o roupeiro Paulinho.

O Vitória teve quase de seguida dois bons remates, por Gui e Bernard, mas o guarda-redes Marcelo Boeck esteve bem na baliza contrária.

Rui Vitória tirou o apagado Bernard ao intervalo, entrando Alex para o seu lugar, e o Vitória melhorou, empurrando o Sporting para o seu último reduto.

Aos 56 minutos, Ricardo Gomes e Josué falharam por pouco o desvio e, dois minutos depois, só um corte providencial de Esgaio impediu males maiores.

Sete minutos depois, numa fase já mais equilibrada do jogo, o Sporting esteve perto do segundo, com um livre direto de Tanaka para uma boa defesa de Douglas, tendo respondido o Vitória apenas aos 80, mas o cabeceamento de André André, após canto de Alex da direita, saiu a centímetros do poste da baliza de Marcelo Boeck.

Na última jogada do desafio, Dramé aproveitou o muito espaço concedido e rematou com êxito, após rápido contra-ataque.

Jogo disputado no Estádio D. Afonso Henriques.

Vitória de Guimarães - Sporting, 0-2.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Heldon, 05 minutos.

0-2, Dramé, 90+4.

Equipas:

- Vitória de Guimarães: Douglas, Nii Plange, Josué (Nassim Zitouni, 83), João Afonso, Traoré, Cafú, André André, Bernard (Alex, 46), Hernâni, Gui (Tomané, 71) e Ricardo.

(Suplentes: Assis, Bruno Gaspar, Moreno, Nassim Zitouni, Crivellaro, Alex e Tomané).

Treinador: Rui Vitória.

- Sporting: Marcelo Boeck, Ricardo Esgaio, Tobias Figueiredo, Naby Sarr, André Geraldes, Oriol Rosell, Slavchev (Wallyson, 60), Ryan Gauld, Heldon (Ousmane Dramé, 87), Daniel Podence (Hadi Sacko, 64) e Tanaka.

(Suplentes: Luís Ribeiro, Domingos Duarte, Mica, Wallyson, Iuri Medeiros, Hadi Sacko e Ousmane Dramé).

Treinador: Marco Silva.

Árbitro: Manuel Oliveira (Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Naby Sarr (18), João Afonso (37), Bernard (45), Ricardo Esgaio (58), Daniel Podence (64) e Heldon (70).

Assistência: cerca de 5.000 espetadores.

Exclusivos