Sporting prepara queixa no TAS contra o Doyen

Bruno de Carvalho diz que contratos com o Doyen Group, que detinha 75% do passe de Marcos Rojo, lesavam os direitos do Sporting

Em entrevista esta quinta-feira à Sporting TV, o presidente leonino Bruno de Carvalho referiu que, além da queixa no Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), serão feitas exposições à UEFA e à FIFA.

"Estes contratos são abusivos dos direitos do Sporting e entendemos levar a cabo a resolução dos mesmos. Os direitos económicos de Rojo e Labyad voltaram para o Sporting. Consideramos que os contratos são nulos e vamos restituir os valores aplicado nas transferências. Acreditamos que nos vão dar razão, e relembro o caso Bruma, em que disseram que o Sporting venceu porque não teve medo de enfrentar um problema. Temos a forte convicção de que nos irá ser dada razão. Estamos a terminar uma queixa ao TAS com uma exposição à UEFA e FIFA porque este assunto lhes interessa", explicou o líder sportinguista

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG