"Se hoje sou conhecido no Mundo não é pelos títulos que venci em Portugal"

Treinador dos leões nunca escondeu que prefere vencer esta competição ao campeonato português

Jorge Jesus não nega que sonha com a conquista da Liga Europa, tendo já chegado a duas finais, em 2013 e 2014, ao serviço do Benfica. Esta quinta-feira, diante do Viktoria Plzen, tentará chegar aos quartos de final, numa prova que prefere vencer ao campeonato português, como nunca escondeu.

"Quando chegas aos quartos de final ou às meias-finais, a Liga Europa passa a ter nível de Champions. Se hoje sou conhecido no Mundo não é pelos títulos que venci em Portugal, mas sim pelas meias-finais e finais da Liga Europa que atingi [ao serviço do Benfica, em 2013, diante do Chelsea, e na temporada seguinte com o Sevilha] . O Sporting também precisa de atingir estas fases, para ir ganhando reconhecimento", começou por dizer o treinador português, perspetivando depois o embate diante dos checos.

"Vamos tentar encontrar sempre a melhor forma de chegar aos golos e não vamos defender a nossa vantagem de dois golos. Aliás, isso é muito importante, não podemos pensar nos dois golos de vantagem, mas sim procurar marcar mais. Vamos ter mais dificuldades do que em Lisboa. O jogo pareceu fácil, mas o Viktoria Plzen tem 10 jogadores internacionais da República Checa, com dois pontas de lança muito agressivos no jogo aéreo. Temos de adaptar-nos a um jogo muito direto, de muito contato. Teremos de ser muito fortes, principalmente no corredor central, para evitar esse jogo do Plzen. Tem um treinador com muita experiência, com ideias de jogo enquadrada com as características dos seus jogadores. Vai procurar muitos cruzamentos, mas também vai procurar ideias posicionais", confessou o treinador

Também André Pinto, que regressará hoje à titularidade, devido à baixa de Coates, revelou motivação para seguir em frente. "Temos um grande número de jogos mas é bom sinal. Sporting deve andar em todas as frentes. Estamos felizes por isso e quanto ao desgaste faz parte, temos de tentar superá-lo, até porque é preciso para seguirmos em frente, algo que estamos confiantes. Como o treinador disse, temos de estar mentalizados para marcar e não para defendermos o resultado", salientou.

Exclusivos

Premium

Flamengo-Grémio

Jesus transporta sonho da Champions para a Libertadores

O treinador português sempre disse que tinha o sonho de um dia conquistar a Liga dos Campeões. Tem agora a oportunidade de fazer história levando o Flamengo à final da Taça Libertadores para se poder coroar campeão da América do Sul. O Rio de Janeiro está em ebulição e uma vitória sobre o Grémio irá colocar o Mister no patamar de herói.