Paulo Sérgio confiante dá braçadeira a Daniel Carriço

No meio das dúvidas quanto ao futuro imediato do Sporting (mazela de Maniche, venda de Veloso), o treinador Paulo Sérgio tem uma certeza: a confiança com que aborda o jogo de amanhã com o Nordsjaelland. E deixa uma novidade: o capitão de equipa vai ser Daniel Carriço.

Esta quarta-feira, em conferência de imprensa, no Farum Park, palco do encontro com o Nordsjaelland (da 1.ª mão da 3.ª pré-eliminatória da Liga Europa), o treinador dos leões garantiu que “não há ansiedade” antes do primeiro encontro oficial da época e prometeu tentar “mandar no jogo”, sempre com o pensamento na vitória.

De resto, dissipou poucas das dúvidas da pré-época leonina, excepto uma: na primeira partida oficial de 2010/11, a braçadeira vai ficar no braço de Daniel Carriço. Paulo Sérgio tinha dito que o título de capitão ia rodar por “cinco ou seis jogadores ao longo da época”. E, na continuação a uma não resposta sobre quem vai ser o guarda-redes titular, esclareceu que Carriço será o líder da equipa: “Guarda-redes? Temos tempo. Mas o capitão vai ser Carriço”.

O defesa-central não acusou o peso da braçadeira, mas mostrou-se responsável. “ Qualquer jogador que a use tem de se sentir feliz. Temos de honrar a braçadeira de capitão, é uma responsabilidade”, disse também em conferência de imprensa.

Quantos às outras questões... mantém-se o suspense. Maniche está em dúvida, devido a um hematoma traumático na região plantar do pé esquerdo. “Temos mais 24 horas para avaliar. É uma coisa chata, uma bolha na planta do pé. Vamos ver se dá para jogar...”, explicou Paulo Sérgio. O técnico também não se esquivou a falar de Miguel Veloso, que é desejado pelo Génova, mas está a postos para jogar amanhã (o que pode gorar a transferência para qualquer equipa que participe na Liga Europa). “O Miguel está aqui connosco, tem a mesma disponibilidade de todos os outros”, frisou o treinador.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG