Manuel Fernandes recusou receber 1.500 euros/mês

Manuel Fernandes revelou que recusou passar de 20 mil para 1.500 euros mensais. Dois dias depois foi incluído na "vassourada" de Bruno de Carvalho.

Manuel Fernandes tornou público, pela primeira vez, os motivos que levaram à sua saída de Alvalade, incluída no despedimento coletivo definido em abril passado.

No programa "Play-off", da SIC Notícias, o ex-diretor para o futebol da equipa B leonina revelou que ganhava 20 mil euros mensais e mostrou disponibilidade para passar a auferir "apenas" 10 mil.

Bruno de Carvalho fez saber que pretendia continuar a contar com Manuel Fernandes, mas nunca mantendo tal salário. Após conversa com Augusto Inácio e Virgílio Lopes, o presidente dos leões propôs um salário de 1.500 euros a Manuel Fernandes, prontamente recusado.

"Vejam lá quanto me podiam oferecer", lamentou Manuel Fernandes, que dois dias depois foi incluído no despedimento coletivo.

Exclusivos

Premium

Flamengo-Grémio

Jesus transporta sonho da Champions para a Libertadores

O treinador português sempre disse que tinha o sonho de um dia conquistar a Liga dos Campeões. Tem agora a oportunidade de fazer história levando o Flamengo à final da Taça Libertadores para se poder coroar campeão da América do Sul. O Rio de Janeiro está em ebulição e uma vitória sobre o Grémio irá colocar o Mister no patamar de herói.