Jogadores e Jesus de um lado, detidos do outro

Praticamente todos os jogadores deslocaram-se ao Montijo para entregarem o caso às autoridades. Queixosos no no Montijo, detidos em Alcochete propositadamente desencontrados

Os jogadores do Sporting saíram da Academia de Alcochete rumo à Guarda Nacional Republicana do Montijo para apresentarem queixa relativamente aos incidentes desta terça-feira à tarde na Academia.

Foram vistos atletas como Bas Dost, William, Acuña, Battaglia, Fábio Coentrão, João Palhinha, Rúben Ribeiro, Podence mas os restantes terão seguido o exemplo só que a maioria terá entrado e saído por uma porta lateral, mais reservada dos olhares indiscretos.

Jorge Jesus entrou na companhia de Rui Patrício e Piccini, pouco depois de Bruno César, Bryan Ruiz e Coates.

Desconhece-se contra quem os futebolistas e o treinador apresentaram queixa.

O comandante Fona Vieira esclareceu ao DN que "há ainda diligências a ocorrer" e que a separação de vítimas para o Montijo e detidos para Alcochete foi uma medida pensada e propositada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG