Jesus: Absolvição de Slimani "peca por tardia"

O treinador do Sporting, Jorge Jesus, admitiu esta sexta-feira que já esperava que Slimani não fosse castigado pela pretensa agressão a Samaris. E deixou João Gabriel sem resposta a mais uma polémica...

Islam Slimani foi absolvido pela justiça federativa no âmbito do processo pela agressão a Samaris no jogo entre Sporting e Benfica, da Taça de Portugal, disputado em novembro. O treinador dos leões, Jorge Jesus, comentou o caso na conferência de imprensa do jogo deste sábado com o Marítimo. "Não foi uma decisão que me surpreendesse. Há três meses disse aqui que não acreditava que ele fosse castigado. A decisão peca por tardia e não vai influenciar nada o comportamento do Slimani; vai continuar a jogar no risco, como ele tem jogado porque vai no oitavo amarelo. Esse é que é o risco dele, tudo o mais que poderemos falar, repito, peca por tardio", disse o técnico.

Mesmo sem se alongar em temas polémicas, Jesus também se juntou ao diretor desportivo do Sporting, Octávio Machado, nas críticas à nomeação do árbitro João Capela para o Académica-Benfica de sábado.
" Toda a gente depois da nomeação ficou estupefacto. Como é possível? Compreendo que dê conforto ao Benfica. Em 14 jogos arbitrados por João Capela, o Benfica conseguiu 13 vitórias e um empate. Os adversários nunca marcaram um golo. É importante para um jogo depois de uma competição europeia. Vítor Pereira deixou cair a máscara", acusou Octávio. E Jesus subscreveu o discurso crítico. "Esse árbitro, que eu saiba, não vai arbitrar o Sporting-Marítimo. E é desse jogo que estou aqui a falar. Mas quanto à comunicação que o meu diretor desportivo teve, em relação a isso, estou completamente solidário com ele, juntinho a ele em todas as declarações", sublinhou o treinador.

Essa polémica levou a que o diretor de comunicação do Benfica, João Gabriel, partilhasse, nas redes sociais, uma declaração de Jesus, há um ano, quando treinava o clube encarnado (após um Gil Vicente 0-5 Benfica, da I Liga), a dizer "João Capela demonstrou que é um grande árbitro". Porém, agora, o treinador dos leões deixou o adversário sem resposta direta... com mais uma alfinetada. "Não respondo a diretores de comunicação. Respondo a pessoas importantes, diretores de comunicação são zero", disparou.

Controvérsias à parte, o treinador do Sporting deixou elogios ao próximo adversário ("o Marítimo é uma boa equipa, com um treinador experiente e bons jogadores) e a Teo Gutiérrez ("tem um passado que não deixa dúvidas, nesta fase está a aparecer aquilo que conhecíamos dele"). E voltou a garantir que vai cumprir os dois anos de contrato com o Sporting, independentemente de ser campeão esta época ou não. " Tenho mais dois anos de contrato, mas estou farto de dizer a mesma coisa: treinador, seja ele quem for, está sempre em risco ou no risco porque se calhar são solicitados. O que tenho de fazer é estar concentrado, empenhado, apaixonado por estes oito meses que têm sido espetaculares pelo crescimento que o Sporting tem tido, não só dentro do campo mas também fora do campo. Nós, naquilo que é desportivo, estamos a fazê-lo muito bem. Temos seis jornadas para discutir este título e vamos discuti-lo", concluiu.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG