Jaime Marta Soares exige a demissão de Bruno de Carvalho

Jaime Marta Soares vai marcar uma reunião da mesa da Assembleia Geral do Sporting ainda esta segunda-feira para decidir o que fazer caso o presidente não se demita

O presidente da mesa da Assembleia Geral do Sporting, Jaime Marta Soares, exige a demissão de Bruno de Carvalho. Em declarações à TSF, o responsável considera que "com Bruno de Carvalho não há paz" no clube.

Jaime Marta Soares disse à TSF que vai marcar uma reunião da mesa da Assembleia Geral (AG) do Sporting ainda esta segunda-feira para decidir o que fazer caso o presidente não se demita. E, se isso não acontecer, será a própria AG a tomar o controlo "para fazer regressar a paz ao Sporting".

O presidente da mesa da Assembleia Geral do Sporting referiu ainda que "os sócios deram o sinal" e "disseram aquilo que querem", depois de terem assobiado Bruno de Carvalho no jogo de domingo, que os leões venceram por 2-0 frente ao Paços de Ferreira. Acrescenta Jaime Marta Soares que "estão esgotadas as hipóteses da manutenção da atual presidência".

A polémica no Sporting estalou quando Bruno Carvalho criticou, através do Facebook, os jogadores da equipa de Alvalade depois de uma derrota na capital espanhola frente ao Atlético Madrid (2-0) em jogo da primeira mão dos quartos-de-final da Liga Europa.

Alguns jogadores partilhariam, posteriormente, uma mensagem em que respondiam ao presidente do Sporting, o que levou Bruno de Carvalho a anunciar suspensões para os atletas que tinham partilhado o comunicado.

Em semana de jogo, e após uma reunião, Jorge Jesus acabou por ter autorização para fazer a convocatória à sua vontade e os leões apresentaram-se praticamente na máxima força na receção ao Paços de Ferreira.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG