"Izmailov estava apto, mas queixava-se de dores"

Diretor clínico dos leões diz que o jogador esteve parado na última época sem que os exames revelassem qualquer problema físico.

"Quando qualquer jogador diz ter uma dor temos de investigar a origem dessa dor. Neste caso, os exames vieram sem alterações, o jogador seguia para treino, mas dizia que não conseguia treinar-se", afirmou o médio leonino, justificando que resolveu falar por livre iniciativa e para defender os interesses do Sporting devido a "notícias erradas".

O mesmo responsável lembrou ainda que em determinada altura "Izmailov estava parado há um ano e meio e foi acordado que iria ser operado ao joelho direito nos EUA". "Dissemos ao atleta e ao empresáro que seria um erro e que devia ser operado única e exclusivamente pelo Sporting. Em outubro de 2011 foi operado aos dois joelhos. Jogou com regularidade e após quatro anos foi convocado pela seleção russa", referiu, prosseguindo: "Nesta época voltou a estar indisponível. De 21 de julho a 20 de agosto de 2012 queixou-se de lomblagia. De 9 novembro a 8 dezembro esteve parado, devido a uma lesão no ligamento lateral interno com evidência nos exames complementares. De 13 de desembro a 5 janeiro queixou-se de nova lomblagia, com exames feitos. Esteve dois meses parado por queixas de lombalgia".

Frederico Varandas concluiu dizendo que quando Izmailov deixou o Sporting rumo ao FC Poerto, em janeiro, estava "disponível para jogar futebol".

Exclusivos