Vercauteren e jogadores do Sporting insultados em Alvalade

Os jogadores e a equipa técnica do Sporting foram insultados, esta madrugada, no Estádio de Alvalade por cerca de 15 adeptos, que exprimiram o desagrado pela pesada derrota em Basileia (3-0) e respetivo afastamento da Liga Europa de futebol.

A comitiva "leonina" aterrou em Lisboa ainda antes da 01:00, tendo saído pelo aeroporto de Figo Maduro em direção a Alvalade, pelo que não se chegou a cruzar com as duas dezenas de adeptos presentes no aeroporto da Portela.

No entanto, o treinador Franky Vercauteren e os jogadores acabaram por não escapar à ira dos cerca de 15 adeptos que se encontravam à saída da garagem do Estádio de Alvalade e que dirigiram vários insultos a atletas e técnico, enquanto estes abandonavam as instalações.

De resto, não fosse a pronta reação dos elementos policiais presentes e a aproximação aos veículos particulares teria sido mais efetiva.

O Sporting somou, esta quinta feira, a terceira derrota na fase de grupos da Liga Europa, na deslocação ao terreno do Basileia, o que ditou o afastamento dos "leões" da próxima fase da competição.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.