"Sporting quis negociar Bruma antes da decisão da CAP"

Em entrevista ao DN, Catió Baldé garante que os leões tentaram vender Bruma "horas antes" de conhecerem a decisão da CAP. Empresário revela as quatro opções para o futuro do jogador.

Catió Baldé, empresário e tutor de Bruma, garantiu ao DN que o Sporting tentou vender o passe do jogador horas antes de conhecer a decisão da Comissão Arbitral Paritária (CAP), que acabou por ser favorável à equipa de Alvalade.

"Nem nós perdemos nem o Sporting ganhou nada. As pessoas sabem que se optarmos por uma rescisão unilateral isso pode ser prejudicial ao Sporting (...) Aliás, o Sporting quis negociar o jogador horas antes da decisão da CAP, abordou-nos para tentar um acordo", disse Catió Baldé.

O empresário não revelou qual era o clube que estava a negociar com o Sporting e vincou que Bruma não irá "pedir favores" a ninguém. "Não nos vamos ajoelhar ou pedir favores, se nós cedermos a outra parte também terá que ceder", vincou, antes de enumerar as quatro possibilidades para o futuro de Bruma.

"Ou regressa a Alvalade, é reintegrado e voltamos a negociar; ou o Sporting negoceia o jogador até ao fecho do mercado; ou avançamos com a rescisão do contrato; ou então Bruma cumpre o último ano de contrato", disse Baldé, rejeitando a possibilidade de o extremo ficar um ano parado e admitindo que "é possível" renovar o contrato de Bruma, que "não tem receio nem vergonha" de voltar ao clube leonino.

Saiba mais na edição deste domingo no DN.

Ler mais

Exclusivos