Rojo pede perdão e volta aos treinos segunda-feira

O futebolista argentino Marcos Rojo disse hoje, em entrevista à Sporting TV, que se sente muito feliz no clube e que o diferendo entre as duas partes resultou de um "mal-entendido".

"Foi tudo um mal-entendido, estava de cabeça quente. Estou arrependido pelo que aconteceu, porque sinto que não fui profissional. Agora vou tentar corrigir a situação", dizsse o defesa-central, negando ter existido qualquer incidente ou episódio de violência.

Em relação ao eventual incidente afirmou: "É tudo uma mentira e fiquei irritado pela forma como se inventam estas coisas. Falámos, já nos entendemos e voltei a treinar na Academia. Não procedi bem, porque estava de cabeça quente, mas gosto muito do clube e de todos os meus companheiros".

Já sobre o futuro, referiu que "dependerá do clube".

"Se tiver de acontecer alguma coisa, que seja positiva para o Sporting e para mim. Mas quero deixar bem claro que estou muito feliz no clube, gosto muito da forma como me tratam e de todo o carinho que me transmitem. Na altura em que me contrataram, não estava num bom momento e confiaram em mim. Só posso agradecer ao Sporting", concluiu.

O central argentino referiu ainda que regressará na segunda-feira aos trabalhos com o restante plantel.

Nos últimos dias, problemas com as negociações entre Marcos Rojo e também o argelino Islam Slimane fizeram com os "leões" os colocassem a trabalhar à parte do plantel, tendo a questão aparentemente já sido resolvida com o jogador argentino.

Ler mais

Exclusivos