Leões ganham em Portimão e colam-se ao 2.º lugar

O Sporting venceu este sábado na visita ao Portimonense (1-2), graças a um 'bis' de Bruno Fernandes. Leões igualam Benfica no 2.º lugar, a uma semana do dérbi.

Foi mais uma vitória arrancada a ferros, nos minutos finais, mas teve outro sabor especial para Sporting. O emblema leonino venceu este sábado na visita ao Portimonense (1-2) e, graças ao triunfo, juntou-se ao Benfica no 2.º lugar da I Liga - 77 pontos.

Os algarvios complicaram - e muito - a vida aos lisboetas. Num jogo intenso e dividido (14-15 em remates, 48%-52% em posse de bola), conseguiram reagir ao domínio e golo inaugural dos leões: Fabrício desviou, no coração da área, para o 1-1 (42'), depois de Bruno Fernandes ter 'picado' sobre Leo, para o 0-1 (23').

No entanto, com o jogo partido ao longo de quase todo o segundo tempo, a pressão final do Sporting acabou por fazer efeito: ao minuto 89', Bruno Fernandes parou no peito e fez um remate forte e colocado, de fora da área, para o fundo das redes algarvias.

Com o triunfo (e a derrota caseira do Benfica diante do Tondela, 2-3), os leões igualaram o Benfica, no 2.º lugar da I Liga, a uma semana do dérbi entre ambos (sábado, 5 de maio, 20:30) - o FC Porto lidera, com dois pontos de avanço e um jogo a menos. Quanto ao Portimonense, continua tranquilo, no 11.º lugar, com 35 pontos.

Veja o resumo da partida:

EQUIPAS:

PORTIMONENSE: Leo; Hackman, Possignolo, Ruben Fernandes e Rafa Soares; Nakajima, Pedro Sá, Marcel (Dener, 19') e Fede Varela (Ewerton, 87'); Fabrício e Bruno Tabata (Wellington Carvalho, 78').

SPORTING: Rui Patrício; Ristovski, Coates, Petrovic e Coentrão (Misic, 68'); Gelson, Battaglia (Lumor, 85'), Bryan Ruiz (Montero, 73') e Acuña; Bruno Fernandes e Bas Dost.

Árbitro: Manuel Oliveira (AF Porto)

Golo: 0-1 Bruno Fernandes (23'), 1-1 Fabrício (42'), 1-2 Bruno Fernandes (89')

FILME DO JOGO:

Exclusivos

Premium

Líderes europeus

As divisões da Europa 30 anos após o fim da Cortina de Ferro

Angela Merkel reuniu-se com Viktor Orbán, Emmanuel Macron com Vladimir Putin. Nos próximos dias, um e outro receberão Boris Johnson. E Matteo Salvini tenta assalto ao poder, enquanto alimenta a crise do navio da ONG Open Arms, com 107 migrantes a bordo, com a Espanha de Pedro Sánchez. No meio disto tudo prepara-se a cimeira do G7 em Biarritz. E assinala-se os 30 anos do princípio do fim da Cortina de Ferro.