Marítimo deixa Sporting ainda mais longe da Europa

Insulares vencem em Alvalade com golo do sul-coreano Suk Hyun-Jun. Leões, com o pior ataque do campeonato, estão a nove pontos dos lugares "europeus" e caem para o 10.º lugar.

Os 58 anos de participações consecutivas em competições europeias poderão conhecer um intervalo no Sporting. O campeonato dos leões continua a resumir-se a quatro vitórias, em 18 rondas, depois de os pupilos de Jesualdo Ferreira terem somado a terceira jornada consecutiva sem vencer. O Marítimo triunfou em Alvalade por 0-1, neste domingo, resultado que deixa os leões francamente mais longe dos lugares de acesso direto à Liga Europa: estão à distância de nove pontos e o Sporting caiu para o 10.º lugar, podendo afundar-se ainda mais ao longo da jornada.

Jesualdo Ferreira estreou o jovem extremo Bruma, apontado à linha de sucessão de Nani e Cristiano Ronaldo, no "onze", aposta que motivou o entusiasmo dos cerca de 25 mil adeptos na tarde de futebol em Alvalade. Mas o futebol dos leões, esse, voltou a não entusiasmar ninguém. Bruma assinou um par de pormenores interessantes, mas insuficientes para fazerem dele a revelação da jornada; essa está na equipa do Marítimo, de seu nome Suk Hyun-Jun.

O "gigante" sul-coreano, emprestado pelos holandeses do Ajax, foi uma dor de cabeça para a defesa leonina na primeira parte, impondo o seu 1.90m e revelando um maturidade posicional e tática interessantes para um jovem de 21 anos, que chegou a andar nas "bocas" do Chelsea em 2010. Deixou um primeiro aviso a Rui Patrício aos 11 minutos, mas aos 18' concretizou a ameaça em golo: excelente golpe de cabeça, em antecipação a Xandão, depois de Miguel Lopes ter perdido o duelo na ala com Sami.

O sul-coreano, reforço de inverno do Marítimo, teve a pontaria que faltou sempre à equipa dos leões, sobretudo a Van Wolfswinkel, que perdeu todos os duelos com o francês Salin (fez a defesa da tarde, aos 16 minutos, ao tirar a bola sobre a linha de golo com a ponta do pé). E quando o holandês conseguiu superar Salin (74'), apareceu o "bombeiro" Márcio Rozário a tirar a bola sobre a linha de golo, apenas um pormenor na grande exibição do defesa brasileiro. A ineficácia do ataque dos leões mostrou o porquê de terem o pior ataque da Liga, algo inédito na história dos "três grandes".

Jesualdo Ferreira recorreu, na segunda parte, aos jovens Carrillo, João Mário e Diego Rubio para tentar corrigir as exibições apagadas de Adrien (irreconhecível), Bruma e Labyad, mas o Sporting nunca conseguiu superiorizar-se verdadeiramente ao Marítimo, apesar de ter dominado em praticamente todos os índices estatísticos. Foi, contudo, insuficiente e Rui Patrício ainda negou dois golos "certos" aos insulares, antes do lance que decidiu o jogo, aos 90+5': Diego Rubio cabeceou à queima roupa, mas Salin fez mais uma grande defesa e segurou o triunfo do Marítimo, que supera o Sporting e chega ao 6.º lugar, em igualdade com o Estoril.

Filme do jogo:

90+6' Final do jogo!

90+5' Salin evita o golo do Sporting! Diego Rubio, no último lance do jogo, atirou para uma defesa espetacular do guadião francês!

90+2' Rui Patrício já joga no ataque dos leões, tentando aproveitar as bolas paradas.

90' Cinco minutos de compensação...

89' Substituição no Marítimo. Saiu Sami e entrou Kukula.

86' Rui Patrício volta a evitar o golo! Suk passa facilmente por Miguel Lopes e assiste Danilo Dias, mas o brasileiro permitiu a defesa de Patrício.

83' Substituição no Marítimo. Saiu João Diogo e entrou Semedo.

79' Substituição no Sporting. Saiu Labyad e entrou João Mário.

77' Rui Patrício evita o golo! Bom cabeceamento de Márcio Rozário, para uma defesa em grande estilo do guarda-redes.

74' Márcio Rozário evita o golo! Van Wolfswinkel "picou" a bola por cima de Salin, mas o defesa brasileiro foi rápido e intercetou o remate perto da linha de golo. Van Wolfswinkel ainda teve direito a uma segunda tentativa, mas errou o alvo.

71' Rui Patrício forçado a uma saída arriscada para evitar que Danilo Dias pudesse rematar à baliza.

68' O Marítimo fez "apenas" três remates em toda a partida, enquanto os leões fizeram 13, mas apenas quatro à baliza.

65' Substituição no Sporting. Saiu Adrien e entrou Diego Rubio.

63' Cartão amarelo para Rúben Ferreira, por falta sobre Miguel Lopes.

62' Que perdida do Marítimo! David Simão, à entrada da grande área, tirou Pedro Mendes do caminho e ficou com via aberta para fazer o golo, mas o remate saiu ao lado do alvo. Poderia ter "acabado" com o jogo aqui.

61' Substituição no Marítimo. Saiu Artur e entrou Danilo Dias.

59' Mais um corte providencial de Márcio Rozário, a evitar que Van Wolfswinkel pudesse assistir Labyad, em zona de finalização.

57' Cartão amarelo para Sami, por falta sobre André Carrillo.

56' Pontapé forte de Joãozinho, na sequência de um lance de insistência do Sporting, ao lado do alvo; Van Wolfswinkel ainda poderia ter faturado, mas Salin fechou o ângulo de remate.

53' Remate forte de Labyad, desviado para canto por Márcio Rozário, talvez o melhor em campo até aqui.

50' Pontapé livre de Labyad, muito por cima do alvo.

49' Cartão amarelo para João Diogo, por derrubar Labyad.

46' Início da segunda parte! Bola para o Sporting.

- Substituição no Sporting. Saiu Bruma e entrou André Carrillo.

45+1' Intervalo em Alvalade.

43' O Marítimo limita-se a fechar espaços no seu meio-campo, mas para já suficiente para conservar a vantagem até ao intervalo.

39' Ataque de Bruna na grande área do Marítimo, mas Briguel conseguiu limpar o lance. O jovem extremo começa a "aparecer mais" nos últimos minutos.

36' Van Wolfswinkel desperdiça! O holandês rematou à meia volta, após bom passe de Bruma, mas Salin fez muito bem a mancha e bloqueou o remate do ponta-de-lança.

33' Jesualdo Ferreira terá, certamente, que rever a estratégia dos leões ao intervalo. O Sporting tem quase o dobro da posse de bola do Marítimo, mas por incrível que pareça não estar"a conseguir criar sobreposições no meio-campo.

30' O Marítimo não domina, mas controla o jogo em Alvalade, com um modelo de jogo bem definido (transições rápidas e jogo mais direto), enquanto o Sporting parece estar "perdido" e à espera de um rasgo de inspiração que possa empatar o jogo.

28' Cartão amarelo para Adrien, por falta sobre João Diogo. Quinto cartão da época, vai falhar o Gil Vicente-Sporting da próxima jornada.

27' Jesualdo Ferreira manda André Carrillo aquecer, tendo também Diego Rubio como opções para o ataque. Bruma e Adrien não estão a render.

25' Sporting com 63% de posse de bola, mas apenas uma ocasião de golo, desperdiçada por Van Wolfswinkel.

23' Mais um bom lance de ataque de Suk: intercetou um mau passe de Rinaudo, tirou Xandão caminho com uma finta de calcanhar, mas depois foi desarmado, à tangente, pelo argentino.

21' Rui Patrício segura um cruzamento perigoso de Artur, novamente à procura do jogo aéreo de Suk.

19' GOLO DO MARÍTIMO! SUK HYUN-JUN FAZ O 0-1! O coreano já rende ao serviço do Marítimo, num lance que evidencia todas as fragilidades da defesa leonina: Sami contornou Miguel Lopes e cruzou para a grande área, onde Suk impôs o seu 1.90m para se antecipar a Xandão e cabecear para o fundo das redes.

16' Que defesa de Salin! Um lance terá lugar nos melhores momentos da jornada: Joãozinho arrancou um belíssimo cruzamento para o segundo poste, onde Van Wolfswinkel apareceu a cabecear; parecia que iria ser golo, mas Salin defendeu o remate com a ponta do pé, por instinto, já perto da linha de golo. Mérito para o guarda-redes, mas dali um ponta-de-lança não pode perdoar...

14' Remate rasteiro de Labyad, no meio de três jogadores, à entrada da grande área, mas Salin defendeu sem grande dificuldade.

11' Rui Patrício evita o golo! Mau passe de Adrien, intercetado por Suk Hyun-Jun, coreano de 21 anos, que contornou Xandão e, depois, rematou forte com o pé esquerdo para o primeiro voo da tarde de Patrício.

8' Jogo ainda "morno" em Alvalade. Adrien Silva está, ainda, pouco interventivo nas transições do Sporting e Joãozinho não está a dar profundidade ao flanco esquerdo, onde aparece Bruma. No Marítimo, o bloco de meio-campo pressiona pouco e o contra-ataque parece ser a receita para tentar surpreender o Sporting.

5' Remate de Miguel Lopes, com o pé direito, fraco e ao lado do alvo.

4' Bruma, apontado à linha de sucessão a Cristiano Ronaldo e Nani, é efusivamente aplaudido quando toca na bola. Os adeptos leoninos estão entusiasmados com o extremo de 18 anos.

2' Jeffrén estava convocado para esta partida, mas o extremo dos leões nem no banco se encontra. João Mário foi chamado à última da hora e substitui a vaga do hispano-venezuelano.

1' Duarte Gomes apita para o início da partida! Bola para o Marítimo.

SPORTING: Rui Patrício; Miguel Lopes, Xandão, Pedro Mendes e Joãozinho; Adrien e Rinaudo; Bruma, Zakaria Labyad e Diego Capel; Van Wolfswinkel. Suplentes: Marcelo Boeck, Santiago Arias, Eric Dier, Rubio, João Mário, André Carrillo e Zezinho.

MARÍTIMO: Salin; João Diogo, Márcio Rozário, Roberge e Rúben Ferreira; Briguel, Rafael Miranda e David Simão; Artur, Suk Hyun-Jun e Sami. Suplentes: Ricardo Ferreira, Igor Rossi, Semedo, Heldon, Luis Olim, Danilo Dias e Kukula.

Sporting e Marítimo defrontam-se neste domingo em Alvalade, a partir das 16.00, em jogo da 18.ª jornada da Liga, de extrema importância para as contas de acesso às competições europeias. Leões e insulares dividem o 9.º lugar, com 19 pontos, e vão decidir quem ficará em vantagem no confronto direto, para já favorável ao Sporting (empatou 1-1 na Madeira). Expetativa, ainda, para ver se as duas equipas alcançarão, por fim, uma média superior a um golo por jogo, uma vez que têm os piores ataques do campeonato (16 golos em 17 jogos).

As duas equipas estão, tecnicamente, a seis pontos dos lugares de acesso à Liga Europa, mas na verdade até poderão acabar a ronda numa posição virtualmente "europeia". Isto porque o sexto lugar pode dar acesso à competição, desde que o Benfica vença a Taça de Portugal. Ora, esse sexto lugar está à distância de uma vitória nesta tarde, em Alvalade, ainda que a Académica tenha uma palavra a dizer nesta jornada. Mas não deixa de ser uma motivação extra para os pupilos de Pedro Martins e Jesualdo Ferreira.

A pouco mais de um mês de eleições em Alvalade, Jesualdo Ferreira surge, agora, com o futuro enquanto treinador incerto, mas assegura que continuará "a ser o treinador do Sporting enquanto quiserem". O técnico espera "dificuldades" e "um jogo dividido" frente ao Marítimo, mas "o Sporting vai ter a iniciativa". Pedro Martins, por sua vez, não prevê que "seja fácil jogar em Alvalade" e considera que "haverá momentos de sofrimento" ao longo da partida, que terá a arbitragem de Duarte Gomes.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Henrique Burnay

Discretamente, sem ninguém ver

Enquanto nos Estados Unidos se discute se o candidato a juiz do Supremo Tribunal de Justiça americano tentou, ou não, há 36 anos abusar, ou mesmo violar, uma colega (quando tinham 17 e 15 anos), para além de tudo o que Kavanauhg pensa, pensou, já disse ou escreveu sobre o que quer que seja, em Portugal ninguém desconfia quem seja, o que pensa ou o que pretende fazer a senhora nomeada procuradora-geral da República, na noite de quinta-feira passada. Enquanto lá se esmiúça, por cá elogia-se (quem elogia) que o primeiro-ministro e o Presidente da República tenham muito discretamente combinado entre si e apanhado toda a gente de surpresa. Aliás, o apanhar toda a gente de surpresa deu, até, direito a que se recordasse como havia aqui genialidade tática. E os jornais que garantiram ter boas fontes a informar que ia ser outra coisa pedem desculpa mas não dizem se enganaram ou foram enganados. A diferença entre lá e cá é monumental.

Premium

Ruy Castro

À falta do Nobel, o Ig Nobel

Uma das frustrações brasileiras históricas é a de que, até hoje, o Brasil não ganhou um Prémio Nobel. Não por falta de quem o merecesse - se fizesse direitinho o seu dever de casa, a Academia Sueca, que distribui o prémio desde 1901, teria descoberto qualidades no nosso Alberto Santos-Dumont, que foi o verdadeiro inventor do avião, em João Guimarães Rosa, autor do romance Grande Sertão: Veredas, escrito num misto de português e sânscrito arcaico, e, naturalmente, no querido Garrincha, nem que tivessem de providenciar uma categoria especial para ele.