Leões indignados com hospital por causa de Piccini

Em comunicado, o Sporting lamenta que tenham sido tornados públicos "documentos sigilosos" sobre o jogador

O Sporting emitiu esta segunda-feira um comunicado onde lamenta "profundamente" que o Hospital da Luz "não tenha sido capaz de salvaguardar o princípio fundamental do segredo médico e profissional", tendo assim permitido que fossem divulgados "documentos sigilosos" sobre os exames médicos do italiano Cristiano Piccini, que foi anunciado oficialmente como reforço dos leões.

Os leões fazem votos que tenha sido "um episódio isolado e que, no futuro, não se repita" de forma a que continue a trabalhar com aquele hospital.

Eis o comunicado na íntegra:

"Perante notícias vindas a público relacionadas com a situação clínica do atleta Cristiano Piccini e os testes médicos realizados no Hospital da Luz, a Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD entende dizer o seguinte:

1 - Lamentamos profundamente que a referida instituição hospitalar não tenha sido capaz de salvaguardar o princípio fundamental do segredo médico e profissional, permitindo que fossem revelados documentos sigilosos relacionados com um seu paciente e com um seu cliente. Estes factos, a que somos completamente alheios, são de extrema gravidade.

2 - A Sporting SAD faz votos de que este tenha sido um episódio isolado e que, no futuro, não se repita de modo a podermos continuar a trabalhar em conjunto, dignificando com esta cooperação as duas instituições."

Exclusivos