DECO desaconselha investir no Sporting

Associação de Defesa do Consumidor alerta para risco da operação e compara os seus juros aos da dívida pública portuguesa

As obrigações do Sporting são de risco elevado, pelo que a sua subscrição é desaconselhada. O aviso é da Associação de Defesa do Consumidor (DECO), que fez a análise da operação de subscrição de 20 milhões de euros e não recomenda o investimento.

Também os juros não cativam a DECO que, numa comparação com a dívida pública portuguesa, considera o rendimento desinteressante.

Leia mais pormenores no e-paper do DN.

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Desporto
Pub
Pub