Bruno de Carvalho assume objetivo de contratar Cristiano Ronaldo

Presidente do Sporting diz que "vermelho nem nas cuecas" e admitiu o desejo de ver Ronaldo terminar a carreira em Alvalade

Bruno de Carvalho garantiu, em entrevista ao jornal Marca, que tem "o objetivo de ver Cristiano Ronaldo terminar a carreira no Sporting".

"Encantar-me-ia. Estamos a fazer um grande esforço para que os jogadores regressem, como aconteceu quando trouxemos o Nani [por empréstimo do Man. United]. Vai acontecer mais vezes", garantiu o presidente do Sporting.

O presidente leonino assegura que, agora, "o Sporting tem muito mais cuidado com as saídas dos seus jogadores", como foi exemplo a saída de João Mário para o Inter, por considerar que talentos como Nani, Cristiano Ronaldo e Quaresma saíram desvalorizados.

"Havia muitas ocasiões em que o clube podia fazer melhores transferências", reconheceu o presidente leonino. Cristiano Ronaldo foi um exemplo, ao render apenas cerca de oito milhões de euros, pois a Gestifute, de Jorge Mendes, ficou com 10% da transferência para o Man. United e o First Portuguese Football Players Fund ficou com 35%... Que tinham sido comprados por 627 mil euros.

O jornal Marca revela que o Sporting é conhecido, em Espanha, por "Atlético de Madrid português", referindo-se ao facto de ser o 3.º maior clube nacional. Bruno de Carvalho refuta a comparação. "Não quero comparar para não ofender ninguém, temos uma grande relação com o Atlético. Temos de saber onde estamos. Infelizmente, devido à má gestão do clube, estivemos muito tempo longe do sítio onde devíamos estar. Não podemos ganhar um campeonato a cada dez ou vinte anos... O nosso objetivo é lutar para ganhar de forma regular o nosso campeonato e, porque não, também na Europa. Quero o Sporting que aprendi a amar, aquele que todos os anos luta e ganha regularmente e que não é o que temos atualmente, que há 14 anos não ganha o campeonato", explicou.

Bruno de Carvalho voltou a garantir que Jorge Jesus tem sido o técnico ideal para os leões. "Era o complemento que precisávamos, é perfeito para a minha visão do Sporting: exigência máxima, tal como eu. E com uma ambição à medida do clube. Agora, os jogadores percebem que podem ganhar no Sporting. (...) Jorge Jesus é o líder, a pessoa mais importante do grupo ", elogiou.

O presidente do Sporting aproveitou, ainda, para brincar com a sua rivalidade para com o Benfica. "Vermelho nem nas cuecas! E ainda temos que tratar dos extintores", afirmou.

Exclusivos