Adjuntos deverão sair com Domingos Paciência

Os treinadores que coadjuvavam Domingos Paciência no comando técnico da equipa de futebol do Sporting deverão abandonar o clube com o chefe de equipa, disse hoje à agência Lusa uma fonte próxima do processo.

Os treinadores adjuntos Miguel Cardoso e João Carlos, o técnico de guarda-redes Jorge Vital e o observador Sérgio Vieira, que acompanharam Domingos na transferência do Sporting de Braga para os "leões", ainda não se desvincularam, mas devem abandonar o clube lisboeta.

Apesar desta probabilidade, a mesma fonte afirmou à Lusa que atualmente a única certeza é a saída de Domingos Paciência, que reconheceu como "muito inesperada", admitindo ainda que a restante equipa técnica nem acompanhe a deslocações dos "leões" a Varsóvia, onde vão defrontar o Légia, na quinta-feira, em jogo da primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

O Sporting anunciou hoje a rescisão "do contrato com Domingos Paciência, por entender que quer a eliminação da fase de grupos da Taça da Liga, quer o quinto lugar atual na Liga, não correspondem aos objetivos propostos para este primeiro ano de mandato".

O antigo técnico de União de Leiria, Académica e Sporting de Braga deixou os "leões" no quarto lugar da Liga portuguesa, com 32 pontos, menos 16 do que o líder, o Benfica, após a derrota no terreno do Marítimo (2-0), em jogo da 18.ª jornada.

Domingos Paciência, que levou o Sporting de Braga ao segundo lugar na Liga, em 2009/10, e à final da Liga Europa, em 2010/11, vai ser substituído por Ricardo Sá Pinto, que orientava a equipa de juniores dos "leões",

Depois de ter coadjuvado Pedro Caixinha, na União de Leiria, em 2010/11, Sá Pinto, antigo jogador e diretor desportivo do Sporting, vai orientar o seu primeiro treino na terça-feira, às 10:00, em Alcochete, partindo depois, às 14:00, para a Polónia.

O contrato do ex-avançado de Salgueiros, Sporting, Real Sociedad e Standard de Liege é valido até 30 de junho de 2013.

Ler mais

Exclusivos