Futre explica história do jogador chinês

Numa entrevista à edição online da revista "Sábado", o ex-jogador diz que é uma pessoa com sentido de humor.

"Um jogador tem claques, não é? E as claques vão para onde o jogador vai. Podemos apontar para cerca de 400 ou 500 chineses a aterrarem em Portugal todas as semanas. O Sporting depois teria de arranjar maneira de viabilizar as comissões dos charters, dos restaurantes, dos hotéis e dos museus. Porque eles precisam de andar por estes sítios todos", explica Futre na entrevista à "Sábado".

O antigo jogador mostrou-se ainda surpreendido com o impacto da sua conferência de imprensa, que até já motivou a criação de um blogue chamado "O Departamento do Jogador Chinês". "Sei lá [risos]. Para o bem ou para o mal, o importante é falar. Tenho um grande sentido de humor e também me rio com as coisas dos outros".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG