Confusão no fim da conferência de imprensa do Sporting

Os seguranças de serviço no Estádio de Alvalade empurraram hoje alguns jornalistas para o exterior das instalações, depois de uma conferência de imprensa do presidente da mesa da assembleia geral eleitoral do Sporting, Lino Castro.

No final de uma conferência destinada a esclarecer o processo eleitoral do passado sábado, que elegeu Godinho Lopes presidente do clube, os jornalistas pretenderam recolher imagens da porta, selada, que dá acesso ao local onde estão guardados os votos, pretensão que lhes foi negada pelos responsáveis do clube.

Nesse momento, os seguranças presentes no local começaram a empurrar com alguma agressividade alguns jornalistas para o exterior das instalações, designadamente um operador de imagem, no meio de algumas ameaças.

Um agente da PSP presente no local, sem interferir na acção dos seguranças do clube, acabou a pedir calma aos jornalistas, não se tendo registado mais incidentes. Os jornalistas foram chamados a Alvalade para uma conferência de imprensa com a presença de Godinho Lopes, que não compareceu, tendo Lino Castro explicado que se terá tratado de um equívoco, já que a presença do novo presidente nunca esteve prevista.

Exclusivos

Premium

Alentejo

Clínicos gerais mantêm a urgência de pediatria aberta. "É como ir ao mecânico ali à igreja"

No hospital de Santiago do Cacém só há um pediatra no quadro e em idade de reforma. As urgências são asseguradas por este, um tarefeiro, clínicos gerais e médicos sem especialidade. Quando não estão, os doentes têm de fazer cem quilómetros para se dirigirem a outra unidade de saúde. O Alentejo é a região do país com menos pediatras, 38, segundo dados do ministério da Saúde, que desde o início do ano já gastou mais de 800 mil euros em tarefeiros para a pediatria.