Bruno de Carvalho processa sócios por comentários na internet

Sócios do Sporting estão a ser notificados pela PSP, após terem escrito análises críticas no Facebook, em blogues e em fóruns de adeptos.

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, está a processar várias dezenas de sócios do clube que escreveram em blogues ou em páginas do Facebook análises críticas ao desempenho do dirigente.

Segundo soube o DN, desde quarta-feira que alguns sócios estão a receber em casa citações da Polícia de Segurança Pública (PSP) para se apresentarem em determinado dia na esquadra da sua residência, de forma a responder no âmbito de um inquérito policial. Num dos documentos a que o DN teve acesso é explicado que à pessoa em causa é "ordenado" que se dirija a uma esquadra para ser "interrogado na qualidade de denunciado", ou seja acusado, não se especificando o motivo do processo.

Ainda de acordo com as fontes do DN, esta atitude de Bruno de Carvalho estará relacionada com a "defesa do bom nome e da honra do Sporting". Esta decisão do responsável máximo pelo clube surge no seguimento de existirem comentários críticos em relação à gestão do clube, sendo alguns desses escritos nas redes sociais, nomeadamente em fóruns de adeptos do clube, também colocarão em causa o passado empresarial do atual presidente leonino.

Fonte do Sporting confirmou ao DN a existência dos processos por difamação, mas ressalvou que os mesmos não se devem ao facto de os visados serem sócios do clube. O problema, diz a mesma fonte, foi terem sido "ditas e escritas coisas que segundo a lei são crime", tendo como alvo "o presidente e o homem Bruno de Carvalho", tendo este "o direito de agir contra isso".

Exclusivos