Bruno de Carvalho deixa o banco de suplentes

Presidente do Sporting passa a estar na tribuna nos encontros em Alvalade e prima pela ausência nos jogos em que os leões atuem como visitantes

Bruno de Carvalho tomou a decisão de deixar em absoluto o banco de suplentes, norma que seguia desde que foi eleito pela primeira vez em 2013.

A decisão, anunciada esta sexta-feira, refere que em Alvalade Bruno de Carvalho assistirá aos jogos na tribuna, mas quando o Sporting estiver na condição de visitante nem se deslocará ao estádio do adversário.

Pelo comunicado percebe-se que este anúncio tem a ver com a morosidade da justiça, quer em relação ao Benfica, quer no que diz respeito a um recurso interposto pelos leões de um castigo que, entretanto, Bruno de Carvalho já cumpriu.

Eis o comunicado do Sporting na íntegra:

A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD vem por este meio informar que foi tomada a decisão, pelo Presidente do Conselho de Administração, de este não estar presente nos jogos fora e no banco de suplentes, assistindo na Tribuna aos jogos disputados no Estádio José Alvalade.

Esta decisão prende-se com a morosidade dos processos na justiça desportiva, que se entende terem contribuído para o denegrir do seu bom nome e o da instituição a que preside, e de decisões, ou falta delas, em processos graves como os vouchers, os e-mails, os SMS, a ausência de decisões em processos em que o próprio é visado sem razão e sem qualquer justificação, a demora na apreciação do recurso que foi interposto relativamente ao castigo de 180 dias que, entretanto, já foi cumprido, bem como as constantes alterações normativas que vão sendo produzidas e que surgem no panorama nacional sempre que uma certa entidade necessita.

Este afastamento em nada diminuirá a imposição de exigência máxima a todas as equipas técnicas e atletas ou alterará o contexto que implica que as palavras "atitude" e "compromisso" sejam os pilares que a todos devem guiar durante a época que agora se inicia.

A Sporting SAD agradece a todos os Associados e Adeptos do Sporting Clube de Portugal o magnífico apoio que têm demonstrado nos últimos 4 anos, criando uma Onda Verde por todo o Mundo, e relembra que a cultura de exigência deve começar neles. Por isso, devem exigir, a todo o momento, que nós, que servimos o Clube, tenhamos que o fazer sempre com a pressão inerente a representar uma instituição centenária cujo desígnio para que foi criada é o de ser campeão em todas as suas modalidades.

Por último, a Sporting SAD, na pessoa do seu Presidente, continuará a lutar pela dignificação e credibilização do futebol português e manifesta a confiança de que o vídeo-árbitro, e a forma excelente como este está a ser recebido pelos árbitros, vai introduzir uma melhoria muito significativa no jogo, no prestígio dos árbitros, no prestígio do futebol português e, só isso, já será emoção mais do que suficiente para todos os que amam realmente este desporto e estão nele para o servir e não para se servirem dele.

Que o fair-play e a verdade desportiva sejam os grandes campeões nesta época, e que o Sporting Clube de Portugal consiga cumprir os seus objectivos, a nível nacional e europeu, na temporada que começará este domingo na Vila das Aves.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG