Ana Gomes denunciou Sporting à CMVM e já foi aberta uma investigação

A eurodeputada socialista pediu esclarecimentos à CMVM sobre o alegado patrocínio oriundo da Guiné Equatorial ao Sporting.

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários abriu uma investigação ao alegado patrocínio recebido pelo Sporting oriundo da Guiné Equatorial, revelou nesta sexta-feira a eurodeputada Ana Gomes, através da sua conta no Twitter.

A militante do Partido Socialista tinha requerido, a 29 de maio, esclarecimentos junto ao regulador do mercado sobre o suposto patrocínio, que posteriormente foi associado à contratação de Jorge Jesus. Os leões, porém, negaram a intervenção de "entidades externas ao clube" na contratação do treinador.

Ana Gomes divulgou a carta que lhe foi dirigida pela CMVM, que "está a desenvolver diligências no caso em concreto, no sentido de apurar o cumprimento dos deveres de diligência simples ou reforçada em matéria de verificação das fontes de financiamento e/ou riqueza".

A entidade reguladora informou, ainda, que a investigação decorre "em articulação com o Banco de Portugal" e lembra que a SAD do Sporting "é uma sociedade aberta, emitente de ações admitidas à negociação em mercado regulamentado", o que implica que esteja "sujeita à supervisão da CMVM".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG