Abel: "A prioridade das equipas B não é ganhar jogos"

Em declarações na conferência "Falar Futebol", o treinador da equipa B leonina destacou os exemplos bem sucedidos de Carlos Mané e João Mário. E explicou porque é que o médio foi cedido ao V. Setúbal

Abel, antigo lateral-direito do Sporting, frisou que os objetivos "vão muito para além dos resultados", sendo que o principal é a habituação dos jovens jogadores ao ambiente competitivo das competições profissionais.

Para o treinador da equipa B do Sporting, estas formações "tratam-se de um espaço cuja prioridade não é ganhar jogos, mas sim ganhar jogadores para o futuro".

O clube de Alvalade é conhecido pela excelência da sua academia e a equipa B já começa a mostrar resultados concretos, como os exemplos de João Mário e Carlos Mané, jogadores que estão a brilhar na I Liga e que passaram pela formação secundária do Sporting, embora com percursos distintos.

Carlos Mané fez o caminho direto entre a equipa B e a formação principal. O extremo de 20 anos é visto como um exemplo de sucesso no cumprimento dos objetivos da equipa B. "Ver o Mané chegar à equipa principal é mais importante do que ganhar jogos ou provas", admitiu o treinador

João Mário, atualmente emprestado ao Vitória de Setúbal, é um dos médios mais promissores da I Liga, mas foi súbitamente afastado da equipa B do Sporting em novembro, ficando sem competir até ao ingresso na equipa sadina, em janeiro.

Abel explicou que o médio de 21 anos estava "acomodado" na formação secundária e que "não tinha desafio". Sem espaço na equipa principal, a melhor solução foi a saída para outro clube, num claro exemplo de que nem sempre " a melhor opção para o clube é a mais fácil para o jogador", conclui.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG