Rúben Neves: "Não sou diferente por ser mais novo"

O prodígio do FC Porto ficou surpreendido com a chamada de última hora à seleção, mas já pensa em ir ao Euro 2016

O médio Rúben Neves afirmou hoje que ficou surpreendido com a sua chamada à seleção portuguesa e garantiu que vai lutar por um lugar no lote de convocados para a fase final do Euro2016.

Com a dispensa de João Moutinho, devido a lesão, Fernando Santos optou por chamar o jogador do FC Porto, que estava ao serviço do sub-21 e que assim está a viver a sua primeira experiência na principal seleção lusa.

"Fui muito bem recebido pelo grupo. É uma grande oportunidade. Estava focado nos sub-21 e com alguma surpresa recebi a notícia. Tenho o dever de ajudar o grupo da melhor forma", afirmou Rúben Neves, em conferência de imprensa, minutos antes de novo treino de Portugal no Estádio Nacional, no Jamor.

Com esta chamada, o médio assumiu o objetivo de querer ganhar a confiança do selecionador nacional e poder estar presente no Campeonato da Europa do próximo ano, que vai decorrer em França.

"Como o treinador disse, o nosso Europeu vai começar agora e, como todos os outros, vou dar o meu máximo para conseguir lá chegar", frisou.

Mesmo tendo apenas 18 anos de idade, Rúben Neves esclareceu que tem as mesmas possibilidades do que qualquer outro jogador mais velho para poder integrar as opções de Fernando Santos.

"A idade já não conta para nada. Quero ganhar o máximo de jogos possíveis. Não sou diferente por ser mais novo", considerou.

Na mesma conferência de imprensa, Vieirinha enalteceu a qualidade da seleção portuguesa, mesmo sem a presença de alguns das suas principais figuras, como Cristiano Ronaldo, nos próximos dois jogos particulares com a Rússia e Luxemburgo.

"Encaramos estes jogos com a ambição de ganhar, mesmo sendo amigáveis. Estes jogos servem para trabalhar aquilo que temos desenvolvido nos últimos tempos e também ajuda o treinador a tirar algumas conclusões", afirmou o jogador de 29 anos.

Questionado sobre a campanha que Portugal pode fazer no Euro2016, o lateral direto do Wolfsburgo considerou que a seleção nacional não está entre os lotes dos favoritos, mas pode ir longe na competição.

"Favoritos são outros. Nós somos candidatos. Com a qualidade que temos, podemos chegar longe na fase final", referiu.

Portugal volta a treinar no Estádio Nacional, numa sessão em que é esperada a presença de Rafa, que foi chamado à última da hora para colmatar a ausência de André Gomes, que foi dispensado devido a lesão.

Portugal, que assegurou a presença no Europeu do próximo ano após ter vencido o Grupo I de qualificação, defronta a Rússia a 14 de novembro, em Krasnodar, e três dias depois desloca-se ao Luxemburgo.

Certa é a ausência do capitão Cristiano Ronaldo, que foi poupado por Fernando Santos para os dois últimos jogos da formação lusa este ano e que servem de preparação para a fase final do Europeu de 2016, que vai decorrer em França.