Miguel Veloso: "Se não conseguirmos ganhar acabou-se"

O médio português não pensa em férias, tendo em conta a importância do jogo de sexta-feira com a Rússia às 20.45 no Estádio da Lu.

O médio Miguel Veloso advertiu esta terça-feira que só a vitória no jogo de sexta-feira com a Rússia permitirá à seleção portuguesa de futebol manter-se na rota do Mundial de 2014, pois com outro resultado "acabou-se".

"O objetivo principal é estarmos focados para sexta-feira, porque se não conseguirmos ganhar acabou-se", avisou Miguel Veloso, observando que "a margem de erro é muito menor" depois de vários resultados negativos no grupo F europeu de qualificação para a fase final do Campeonato do Mundo.

Com menos um ponto do que a Rússia, líder isolada da "poule" com o pleno de quatro vitórias e menos dois jogos realizados do que Portugal, a equipa lusa está proibida de conceder mais pontos, depois de apenas ter ganhado metade dos seis jogos que disputou.

"Infelizmente, as equipas não conseguem ganhar sempre, mas o mais importante não é pensar no passado, mas sim no futuro. Todos desejávamos estar em primeiro lugar, com muitos mais pontos do que os adversários, mas a realidade não é essa", lamentou.

O médio do Dínamo de Kiev defendeu que a seleção portuguesa "é mais forte" do que a congénere russa e está determinada a "demonstrar isso dentro do campo" no encontro de sexta-feira, no Estádio da Luz, em Lisboa.

"É um jogo importantíssimo para nós. É óbvio que todos os jogadores desejam estar numa competição como o Mundial. Não nos passa pela cabeça não estar.

Mas sabemos que estamos numa situação mais difícil", reconheceu.

Miguel Veloso espera que Portugal consiga desforrar-se da derrota por 1-0 sofrida em Moscovo, considerando essencial uma entrada agressiva no jogo de sexta-feira e rejeitando que os jogadores lusos possam estar descomprimir com o fim dos campeonatos nacionais.

"Com um jogo com a importância do de sexta-feira nenhum jogador pensa em férias, porque temos um objetivo bem fixo que é ir ao Mundial. Todos desejamos estar no Mundial e é com esse intuito que temos trabalhado esta semana e que vamos abordar o jogo", assinalou.

O médio minimizou a ausência de Pepe, devido a suspensão, assinalando que a equipa orientada pelo selecionador Paulo Bento tem "outros jogadores com grande valor que podem jogar e que irão fazer o seu melhor" no sentido de substituir condignamente o habitual líder da defesa nacional.

A seleção lusa recebe a Rússia na sexta-feira, no Estádio da Luz, em Lisboa, em jogo com início às 20:45 horas, que assume caráter decisivo para o objetivo de marcar presença na fase final do Campeonato do Mundo de 2014, que se vai realizar no Brasil.

Portugal ocupa a terceira posição do grupo F, em igualdade pontual com Israel, ambos com menos um ponto do que a Rússia, líder da "poule", que conta por vitórias os quatro jogos realizados e tem ainda menos duas partidas disputadas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG