Mané feliz nos sub-21, ainda não pensa na seleção A

O futebolista do Sporting, Carlos Mané, disse esta segunda-feira estar muito contente por, pela primeira vez, ter sido convocado à seleção portuguesa sub-21, garantindo que "é ainda muito cedo" para falar da equipa principal.

"Estou muito contente por estar aqui. O 'mister' apostou em mim e agora tenho de fazer o meu trabalho para ajudar a seleção nacional de sub-21", afirmou.

Carlos Mané reconheceu que está atravessar um bom momento e realçou que o mais importante é continuar o seu crescimento como jogador.

"Sinto-me confiante. Tenho vindo a trabalhar e a evoluir. Agora, cheguei à seleção de sub-21, que era um sonho desde criança, e tenho de continuar a trabalhar para atingir outros objetivos", disse.

O extremo "leonino" considera, no entanto, que "ainda é muito cedo para falar" sobre a possibilidade de ser convocado para o Mundial2014, no Brasil, apesar de Ivan Cavaleiro e Rafa, jogadores que já estiveram ao serviço da seleção sub-21, terem sido chamados à seleção principal para o particular com os Camarões.

"Ainda tenho 19 anos. É a primeira vez que sou chamado aos sub-21 e, pouco a pouco, se constrói o castelo", referiu.

Carlos Mané comentou também o alegado interesse de alguns clubes estrangeiros na sua contratação.

"É sempre bom ouvir falar que grandes clubes estão atentos a nós, mas eu estou focado no próximo jogo da seleção, que temos de ganhar", salientou o extremo.

Portugal lidera o grupo 8 de qualificação para o Euro2015 de sub-21, com quatro vitórias em outros tantos jogos, e irá defrontar na próxima quarta-feira a Macedónia, seleção que ocupa o quarto lugar do grupo, com quatro pontos em quatro jogos.

"Ainda não conhecemos bem a Macedónia, mas nós somos Portugal e entramos em todos os jogos para ganhar. Vamos à procura dos 15 pontos", disse.

O regresso da seleção sub-21 a Barcelos, que aí venceu o jogo inaugural desta fase de apuramento ante a Noruega por 5-1, a 05 de setembro de 2013, acolhe a estreia de Carlos Mané nos convocados, bem como as de Marcos Lopes, Ricardo Horta e Gonçalo Paciência.

Exclusivos

Premium

Livro

Antes delas... ninguém: mulheres que desafiaram o domínio masculino

As Primeiras - Pioneiras Portuguesas num Mundo de Homens é o livro com as biografias de 59 mulheres que se atreveram a entrar nas profissões só de homens. O DN desvenda-lhe aqui oito dessas histórias, da barrista Rosa Ramalho à calceteira Lurdes Baptista ou às 'Seis Marias' enfermeiras-paraqueditas, entre outras