Portugal deixa fugir a vitória nos descontos

Golo de Cédric a quatro minutos do final parecia ser suficiente. Mas novo erro defensivo permitiu ao México igualar a partida nos descontos. Nani viu um golo anulado pelo vídeoárbitro na primeira parte

Portugal e México empataram a dois golos este domingo na Kazan Arena, em jogo relativo à 1.ª jornada da fase de grupos da Taça das Confederações, num jogo marcado pelo facto de ter sido pela primeira vez anulado um golo pelo vídeoárbitro na Taça das Confederações, por fora de jogo de vários jogadores portugueses no lance em que Nani marca.

Portugal entrou mal no jogo e demorou a encontrar-se, perante um México com muito mais posse de bola e com Chicharito Hernández a lançar o pânico na área dos portugueses. Contudo, contra a corrente do jogo, contudo, Quaresma colocou a seleção nacional a vencer, após uma assistência de Ronaldo (este golo surgiu já depois do vídeoárbitro ter anulado o lance a Pepe).

Antes do intervalo, contudo, o México chegou à igualdade, num golo de cabeça de Chicharito Hernández, que surgiu após um falhanço de Raphäel Guerreiro ao não conseguir cortar uma bola.

No segundo tempo o jogo foi mais equilibrado, com oportunidades para os dois lados. Cédric, a quatro minutos do final, colocou Portugal em vantagem (o vídeoárbitro entrou outra vez em ação para ver se existia alguma irregularidade) e os três pontos pareciam conquistados. Mas já nos descontos, um novo erro da defesa, desta feita José Fonte, permitiu a Moreno empatar a partida.

O Grupo A é neste momento liderado pela Rússia, que venceu a Nova Zelândia por 2-0 no sábado. Portugal e México somam um ponto.

Onze de Portugal: Rui Patrício; Cédric, Pepe, José Fonte e Raphäel Guerreiro; William, João Moutinho, Ricardo Quaresma e André Gomes; Nani e Cristiano Ronaldo.

Onze do México: Ochoa; Salcedo, Moreno, Diego Reyes e Layún; Jonathan Dos Santos e Herrera; Guardado; Vela, Jiménez e Chicharito.

Relacionadas

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Desporto
Pub
Pub