Postiga mantém Portugal na rota do Brasil

Portugal vence a Rússia por 1-0, golo de Postiga, e mantém-se na luta por um lugar no Mundial 2014. Triunfo tangencial e sofrido coloca seleção nacional provisoriamente na liderança do grupo F.

Portugal conquistou um triunfo que poderá marcar um "ponto de viragem" na fase de qualificação para o Mundial 2014. A seleção nacional bateu a Rússia por 1-0, golo de Hélder Postiga, e melhorou as perspetivas na luta pelo apuramento para o "play-off", isto porque apesar da subida à liderança do grupo F (com 14 pontos, mais dois do que a Rússia) a seleção nacional não depende de si própria para se apurar, visto que o conjunto de Leste tem dois jogos a menos.

No Estádio da Luz, perante a líder invicta, Portugal voltou a suar e a sofrer na disputa pelos três pontos, mas pela primeira vez num ano conseguiu somar o segundo jogo consecutivo sem sofrer golos. Nada que tenha, porém, disfarçado uma exibição novamente distante de "encher o olho", na qual se notou uma "falta de pernas" ilustrativa de final de época. Os serviços mínimos, porém, foram cumpridos e chegaram para ditar a primeira derrota de Capello enquanto selecionador da Rússia.

Curiosamente, Capello estava no banco adversário, mas foi Portugal a jogar, muitas vezes, à italiana: mais preocupado em defender e controlar a vantagem tangencial do que em tentar "matar" o jogo, sobretudo na segunda parte, Portugal acabou por passar por várias sustos, o último dos quais travado por Rui Patrício, que "salvou" o triunfo português, que começou a ser construído aos nove minutos. Hélder Postiga continua de "pé quente" na fase de qualificação e já soma cinco golos.

O avançado português, que aproveitou uma assistência de Miguel Veloso para faturar, já é o sexto melhor marcador da história da seleção nacional, tendo chegado aos 26 golos, tantos quanto Rui Costa. Em termos de produção ofensiva, porém, não se viu muitos mais para além de dois remates cruzados de Cristiano Ronaldo, ambos defendidos por Akinfeev, pela primeira vez batido nesta fase de qualificação para o Mundial 2014.

A Federação Portuguesa de Futebol mantém, assim, boas perspetivas em garantir o encaixe de 10 milhões de euros de prémios FIFA, pela qualificação para o Mundial, ainda que Portugal possa "apanhar" no "play-off" adversários de peso. Contas para fazer posteriormente, uma vez que Portugal só voltará a disputar a fase de qualificação a 6 de setembro, na Irlanda do Norte. Segunda-feira haverá um particular diante da Croácia, um dos possíveis adversários no "play-off".

Filme do jogo:

90+4' Final do jogo! Portugal vence a Rússia por 1-0, golo de Hélder Postiga. Todas as reações já a seguir.

90+3' Remate forte de Ronaldo, mas desenquadrado com o alvo.

90+2' Substituição em Portugal. Saiu Vieirinha e entrou Custódio.

90' Três minutos de compensação...

88' Cartão amarelo para Luís Neto, o primeiro da partida, por travar um ataque da Rússia.

88' Grande defesa de Akinfeev! Excelente intervenção do guarda-redes, após remate cruzado de Cristiano Ronaldo.

86' Portugal joga como se não houvesse baliza adversária: limita-se a tentar conservar a posse de bola e a jogar com o relógio, sem procurar "matar" o jogo em contra-ataque.

84' Rui Patrício evita o golo! Defesa providencial do guarda-redes, que deteve o remate de Shirokov, solto de marcação na grande área.

82' Portugal conserva a posse de bola, à procura de manter a vantagem tangencial.

79' Remate em arco de Nani, a passar um pouco ao lado do alvo.

78' Bystrov coloca a bola no fundo das redes, mas estava em posição irregular. Já não é o primeiro aviso...

77' Remate forte de João Moutinho, a passar um pouco por cima do alvo.

74' Choque arrepiante entre Rúben Amorim e Shirokov. Os dois futebolistas saem para receber assistência médica.

73' Substituição em Portugal. Saiu Raúl Meireles e entrou Rúben Amorim.

71' Portugal não "matou" o jogo e, agora, enfrenta a incerteza no resultado como consequência. Um filme já visto e revisto nos últimos jogos.

69' Bystrov quase marcava! Perante a passividade de Coentrão, o atacante russo fez um pontapé de bicicleta na grande área e falhou o alvo por muito pouco.

67' Substituição na Rússia. Saiu Kerzhakov e entrou Smolov. Capello esgotou as substituições.

66' Substituição em Portugal. Saiu Hélder Postiga e entrou Nani. Cristiano Ronaldo passa para o eixo do ataque.

65' Remate de Cristiano Ronaldo, para defesa de Akinfeev.

63' Luís Neto recebe assistência médica, ele que tem estado irrepreensível no eixo defensivo.

61' Cabeceamento de Berezutski, para Rui Patrício defender, perante a proximidade de dois adversários.

60' Patrício evita o golo. Kerzhakov ganhou espaço para o remate na grande área, mas o guarda-redes português conseguiu defender.

59' Cruzamento largo de Miguel Veloso, mas ninguém conseguiu chegar a tempo do desvio na grande área.

57' Cruzamento de Vieirinha, após passe de Ronaldo, direto para as mãos de Akinfeev.

54' Vieirinha lança Postiga na grande área, mas o atacante português perdeu no "ombro a ombro" com Ignashevich.

52' Nani e Hugo Almeida aquecem na equipa de Portugal, que ainda tem três substituições para fazer. A Rússia só tem uma.

50' Portugal mais resguardado no meio-campo e a "oferecer" mais espaço para a Rússia iniciar a construção de jogo.

48' Akinfeev nega o golo a Ronaldo. Jogada de entendimento entre Postiga, Miguel Veloso e Cristiano Ronaldo, mas o remate do extremo português foi defendido por Akinfeev.

47' Remate rasteiro de Cristiano Ronaldo, novamente ao lado do alvo.

46' Início da segunda parte! Bola para a Rússia.

45+1' Intervalo na Luz.

45' Tentativa de remate de Miguel Veloso, após lance individual de Cristiano Ronaldo, mas a bola bateu num defesa. Durante a primeira parte houve apenas um remate enquadrado com a baliza. E deu golo.

42' Portugal perdeu o controlo do jogo e joga com maior passividade, sem criar ocasiões para "matar" o jogo. Um filme já muitas vezes visto na fase de qualificação e que já custou pontos.

40' Remate em esforço de Shirokov, desenquadrado com o alvo. A Rússia atravessa a melhor fase da partida.

39' Coentrão corta a bola com o braço, na grande área, mas no entender do árbitro não houve motivo para penálti.

37' Remate de longe de Cristiano Ronaldo, novamente ao lado do alvo.

35' Rússia perto do golo. Rui Patrício, chamado a intervir, afastou a bola da grande área, mas esta sobrou para Glushakov; o russo rematou, mas a bola saiu ligeiramente ao lado do alvo, parecendo ter havido um desvio providencial de Luís Neto.

33' Rússia a aproximar-se com maior perigo da grande área de Portugal nos últimos minutos, mas Rui Patrício ainda não foi forçado a fazer nenhuma defesa.

31' Segunda substituição na Rússia. Saiu Anyukov, lateral direito, também lesionado, e entrou Kozlov.

29' Que perdida de Ronaldo! Vieirinha ganhou a linha de fundo e cruzou para a grande área, mas Ronaldo, de primeira, atirou para a bancada. Postiga parecia reunir melhores condições para rematar.

27' Pressão alta e muita agressividade sobre a bola por parte de Portugal, mas pouca eficiência na hora de rematar à baliza: apenas um remate enquadrado com o alvo, precisamente o golo de Postiga.

25' Vieirinha tentou isolar Cristiano Ronaldo, mas o passe saiu com muita força e Akinfeev antecipou-se ao lance.

23' Pontapé forte de Cristiano Ronaldo, mas bateu num opositor e saiu pela linha lateral.

21' Substituição na Rússia. Saiu Fayzulin, aparentemente lesionado, e entrou Glushakov, médio.

19' Capello já preparada uma substituição: vai entrar Glushakov.

17' Portugal vai trocando a bola no meio-campo da Rússia e, até ver, controlando o jogo por completo. Rui Patrício ainda não teve que usar as luvas.

15' Tentativa de remate acrobático de Hélder Postiga, a falhar o alvo.

14' Cruzamento perigoso de Vieirinha, à procura de Postiga, mas Ignashevich limpou o lance.

12' Diagonal de Vieirinha e remate rasteiro, mas a bola saiu ao lado do alvo.

9' GOLO DE PORTUGAL! HÉLDER POSTIGA FAZ O 1-0! Na sequência de um pontapé livre de Miguel Veloso, Postiga apareceu ao segundo poste e desviou para o fundo das redes. É o 26.º golo do ponta-de-lança pela seleção, ele que iguala Rui Costa na lista de melhores marcadores de sempre, no 6.º lugar.

8' Primeiro remate da Rússia, por Fayzulin, ao lado do alvo.

7' Remate de longe de João Moutinho, para a bancada.

6' Ronaldo tentou isolar Postiga, mas os atacantes desentenderam-se a bola sobrou para Akinfeev.

5' Luís Neto arranca aplausos na Luz, depois de um corte providencial perante Kerzhakov.

3' Portugal entra ao ataque na Luz, com duas investidas de Fábio Coentrão pelo lado esquerdo. Cristiano Ronaldo tentou o primeiro remate, mas saiu fraco e ao lado do alvo.

1' Damir Skomina apita para o início do jogo! Bola para Portugal.

PORTUGAL: Rui Patrício; João Pereira, Bruno Alves, Luís Neto, Fábio Coentrão; Miguel Veloso, Raúl Meireles, João Moutinho; Vieirinha, Cristiano Ronaldo e Hélder Postiga. Suplentes: Eduardo, Beto, Sílvio, Sereno, Ricardo Costa, Custódio, Rúben Micael, Rúben Amorim, Silvestre Varela, Danny, Nani e Hugo Almeida.

RÚSSIA: Akinfeev; Anyukov, Ignashevich, Berezoutski, Kombarov; Shirokov, Denisov, Zhirkov; Bystrov, Fayzulin e Kerzhakov. Suplentes: Gabulov, Ryzhikov, Nababkin, Alexey Berezutskiy, Glushakov, Smolov, Dzagoev, Granat, Ryazantsev, Samedov, Tarasov e Kozlov.

A seleção portuguesa de futebol recebe esta sexta-feira a congénere da Rússia, em jogo do grupo F europeu de qualificação para o Mundial de 2014, de grande importância para manter a "equipa das quinas" na corrida à fase final e também para os cofres da FPF, já que a presença no Brasil deverá garantir uma verba de cerca de dez milhões de euros, de acordo com a subida de prémios prevista pela FIFA para a fase final do próximo Mundial, como pode ler na edição impressa ou e-paper do DN nesta sexta-feira.

Portugal ocupa o terceiro lugar, em igualdade com Israel, ambos com menos um ponto do que a Rússia, que ainda tem menos dois encontros disputados, o que pressiona a seleção nacional a vencer o embate desta sexta-feira no Estádio da Luz, em Lisboa, com início às 20:45 horas e arbitragem do esloveno Damir Skomina. O jogo não é, matematicamente, decisivo, pois Portugal continuará a depender de si próprio para superar Israel, mas é importante lembrar que só os oito melhores (em nove grupos) segundos classificados terão lugar no "play-off".

A Rússia perdeu os três jogos que disputou em solo português, um dos quais na fase final do Euro 2004, por 2-0, e o último a saldar-se mesmo por uma goleada histórica (7-1), mas a seleção orientada pelo treinador italiano Fabio Capello conta por vitórias as quatro partidas disputadas no grupo F e ainda não sofreu qualquer golo.

Portugal, que ganhou apenas três dos seis jogos que disputou na fase de qualificação para o Mundial de 2014, cuja fase final se vai realizar no Brasil, não se pode dar ao luxo de desperdiçar muitos mais, pois mesmo a vice-liderança está ameaçada pelo desempenho de Israel e o pior segundo classificado, recorde-se, não terá sequer acesso ao "play-off" de apuramento.