Portugal estreia-se com derrota diante do Chile

A selecção portuguesa de sub-21 comprometeu hoje as suas aspirações no torneio Internacional de Toulon (França) de futebol, ao perder com a sua congénere chilena por 1-0, em encontro da primeira jornada do grupo B.

Perante uma equipa que foi finalista da edição passada, Portugal revelou-se superior e dispôs das melhores ocasiões de golo da partida, mas um golo no último minuto acabou por garantir o triunfo da equipa sul-americana.

Yazalde, aos 19 minutos, dispôs mesmo da maior oportunidade para marcar, ao cabecear à barra, e foi o autor de outras duas boas jogadas na etapa complementar, travadas pelo guarda-redes contrário, autor de uma grande exibição.

Depois de ter desperdiçado inúmeras oportunidades, Portugal acabou por ser vítima da velha máxima do futebol de que "quem não marca sofre", num lance em que Rui Patrício ainda defendeu o remate de Gerson Martinez, mas a bola acabou por se dirigir na mesma para dentro das redes lusas.

"Isto é o torneio de Toulon, em que estes resultados podem acontecer. Fomos melhores, mas o resultado foi uma derrota. Não estamos satisfeitos com o resultado, arriscámos tudo o que tínhamos para arriscar, mas o Chile aproveitou uma jogada fortuita para marcar, acabando por ser um vencedor muito feliz", disse no final o treinador luso Rui Caçador.

O treinador português aproveitou para elogiar o trabalho dos seus pupilos: "queria deixar uma palavra para os nossos jogadores, que estão na fase final da época e isso não se notou dentro de campo".

"A equipa jogou bem e conseguiu criar oportunidades. Sofremos um golo num lance em que a bola sofre uma trajectória aleatória para a baliza. Nas oportunidades de golo que criámos não pode acontecer o que aconteceu. O futebol moderno define-se por não se poder falhar na fase de finalização", concluiu.

No outro encontro do grupo, a anfitriã França estreou-se com uma vitória por 1-0 sobre o Qatar, tendo o golo vitorioso surgido já no segundo minuto de descontos.

Ficha de jogo

Jogo no Estádio Mayol, em Toulon (França).

Portugal - Chile, 0-1.

Ao intervalo: 0-0.

Marcador:

0-1, Gerson Martinez, 80 minutos.

Equipas:

- Portugal: Rui Patrício, Tengarrinha, Miguel Vítor, André Pinto, Ruben Lima, Adrien Silva (Candeias, 62), Bruno Pereirinha, Castro, Fábio Coentrão, Ukra (Rui Pedro, 65) e Yazalde (Rabiola, 57).

(Suplentes não utilizados: Ventura, Bura, Igor Pita, Stan Oliveira, Paulo Regula e João Aurélio).

- Chile: Cristopher Toselli, Nelson Saavedra, Carlos Labrin, Juan Abarca, Rafael Caroca, Luis Pavez, Cristobal Jorquera (Marcos Medel, 66), Eugénio Mena, Eduardo Vargas, Michael Silva (Paulo Magalhães, 51) e Maurício Gomez (Gerson Martinez, 58).

(Suplentes não utilizados: Raul Olivares, Bastian Arce, Agustin Parra, José Barrera e David Llanos).

Árbitro: Halis Ozkahya (Turquia).

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Luis Pavez (49), Adrien Silva (53) e Miguel Vítor (57).

Ler mais

Exclusivos