Futre confia em Portugal no duelo com Suécia

Paulo Futre, antigo internacional português, 47 anos, acredita que Portugal vai conseguir eliminar a Suécia no play-off de acesso rumo à fase final do Mundial de 2014, que decorrerá no Brasil. Deixa, no DN, mensagem de incentivo ao grupo.

Futre defende que "o maior talento" de Portugal, "numa eliminatória a duas mãos" com a Suécia, deverá ser suficiente para que a equipa nacional, treinada por Paulo Bento, consiga ultrapassar uma seleção sueca "coletivamente forte e agressiva".

O esquerdino, antigo internacional português, ex-capitão da seleção nacional, reconhece o talento de Zlatan Ibrahimovic, avançado e referência maior dos escandinavos, mas confia em Cristiano Ronaldo, no selecionador nacional Paulo Bento e em todos os restantes internacionais portugueses para ultrapassar a eliminatória.

Esta sexta-feira, dia 15 de novembro, pelas 19.45, no Estádio da Luz, Portugal, que nunca derrotou a Suécia na condição de conjunto visitado, recebe esta mesma equipa escandinava em desafio da primeira mão do play-off de acesso rumo à fase final do Campeonato do Mundo de Futebol do próximo ano de 2014, que terá palco no Brasil.

Nicola Rizzoli, 42 anos, árbitro italiano, arquiteto de profissão, será o juiz da partida. Foi considerado o melhor árbitro transalpino, em 2011, é internacional desde 2007 e foi um dos árbitros que marcaram presença no último Europeu de futebol, co-organizado pela Polónia e pela Ucrânia em 2012.

Na próxima terça-feira, dia 19 de novembro, em Estocolmo, Suécia, Portugal voltará a medir forças diante da congénere sueca, num jogo que será arbitrado pelo juiz britânico Howard Webb.

Paulo Futre deixou, entretanto, através do DN, uma mensagem de incentivo, alento e encorajamento dirigida ao selecionador nacional, Paulo Bento, e a todos os futebolistas, sem exceção, da seleção. O antigo internacional português está convicto de que a equipa portuguesa vai conseguir carimbar a qualificação para o Campeonato do Mundo de futebol de 2014.

Num total de 15 desafios entre estas duas seleções, Portugal ganhou três partidas, sempre na condição de seleção visitante, empatou seis encontros e foi derrotado em seis jogos.

Ler mais

Exclusivos