Carlos Queiroz: "Comigo, já estávamos no Europeu"

Ex-seleccionador nacional recomenda a Paulo Bento que se isole "da bicharada e dos dinossauros do futebol português" e garante que não tentou naturalizar Hulk.

Carlos Queiroz, ex-seleccionador nacional, garante que a selecção portuguesa já estaria apurada para o Europeu do próximo ano se o próprio não tivesse sido demitido.

"Comigo, já estávamos no Euro. A qualificação teria sido natural", disse o actual seleccionador do Irão, em declarações à Antena 1, acrescentando que foi despedido devido às "turbulências criadas pelo senhor Laurentino Dias e pelo senhor Amândio de Carvalho e seus pares".

Queiroz deixou, ainda, um conselho ao seleccionador Paulo Bento: "Que o actual seleccionador se isole da bicharada e dos dinossauros do futebol português. Só assim a selecção estará no Europeu, porque a qualidade existe. Não é só o futebol, é o país que está entregue à bicharada", concluiu.

O ex-seleccionador português, recorde-se, conseguiu apenas um ponto nos primeiros dois jogos da fase de qualificação para o Europeu - empate a quatro golos com o Chipre, em Guimarães, e derrota na Noruega, por 1-0.

Sobre Hulk, Carlos Queiroz nega que tenha sido ele a convidar o avançado brasileiro do FC Porto a representar a selecção portuguesa. "Isso é absolutamente patético. É um rumor e quem o divulga ainda mais pateta é. Se foi convidado não foi por ninguém da selecção. Por mim não foi, de certeza", frisou.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG