Argélia. O "duro teste" para Portugal antes do Mundial

Portugal joga com a Argélia esta quinta-feira às 20.15 no Estádio da Luz

Se Cristiano Ronaldo "está triste" com o desfecho da reunião do seu empresário, Jorge Mendes, com o Real Madrid, como noticiaram em Espanha, na seleção o craque está feliz da vida. "O Cristiano vai entrar feliz no jogo com a Argélia, seguramente", respondeu Fernando Santos, anunciando o regresso do capitão, esta quinta-feira (20.15, RTP1), no Estádio da Luz.

CR7 falhou os particulares com a Tunísia e a Bélgica por estar a gozar uns dias de férias, após a conquista da Champions e só regressou na segunda-feira aos treinos, mas vai ser titular frente à Argélia. De resto, para o selecionador, não há dúvidas sobre a importância de capitão: "O melhor jogador do Mundo tem de ter sempre influência, em qualquer equipa do Mundo. Não é possível que não tenha. Onde estiver, será sempre muito importante para a equipa dele."

A Argélia de Slimani e Brahimi, entre outros, falhou o apuramento para o Campeonato do Mundo, mas é uma seleção de "enormíssima qualidade" e vai ser um "duro teste para Portugal", na opinião do selecionador nacional, que já terá Adrien e Bernardo Silva aptos: "Estão todos à disposição."

Quanto ao onze que vai fazer alinhar frente à Argélia, pode não ser semelhante ao que fará entrar em campo no dia 15, frente a Espanha, na estreia da seleção no Mundial 2018. "Se amanhã entrará o onze base? Não se pode tirar essa ilação. Até ao jogo com Espanha, veremos o que vai acontecer. Claro que alguns jogadores estão mais perto da titularidade. Ainda tenho muitas dúvidas. Tenho confiança, total e plena, nos 23 jogadores. Vamos ver o que acontece, há sempre imponderáveis", disse o técnico lembrando que se trata de mais um particular: "O que é importante é dar ritmo competitivo, tirar ilações. (...) Vamos ver como reagimos perante um adversário destes."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG