Rui Costa: formação tem "sempre aberta a porta" da equipa principal

"Os jovens têm de fazer de tudo para lá chegar. Têm de pensar que, com qualidade, são sempre as primeiras escolhas para a equipa principal", disse o presidente do Benfica.

O presidente do Benfica, Rui Costa, afirmou esta quarta-feira que a formação terá "sempre aberta a porta" da equipa principal e destacou as condições de excelência do centro de estágios do clube, que hoje cumpre 15 anos de existência.

"A porta [da equipa principal] esteve sempre aberta e continua aberta. Os jovens têm de fazer de tudo para lá chegar. Têm de pensar que, com qualidade, são sempre as primeiras escolhas para a equipa principal. Torna-se mais fácil chegar à equipa principal agora, jogadores que a meio da época passaram da B para a equipa principal", afirmou Rui Costa, em declarações à BTV.

Contudo, o presidente dos 'encarnados' e candidato às próximas eleições do clube ressalvou que, embora haja "uma porta aberta para a equipa principal" e "uma estratégia" com esse objetivo, não basta aos jovens fazerem "25 minutos" na equipa B para passarem "imediatamente para a equipa principal", liderada por Jorge Jesus.

Por outro lado, Rui Costa fez questão de destacar as condições que são oferecidas no Benfica Campus, no Seixal.

"Ao longo dos 15 anos, o Benfica Campus nunca parou de crescer e evoluir. É um centro de estágio para a formação e equipa principal, as condições estão ao nível das melhores equipas do mundo", salientou.

Já Simão Sabrosa, atual diretor de relações internacionais e antigo futebolista das 'águias', entre 2001 e 2007, lembrou as "dificuldades que a equipa de futebol teve" antes de se mudar definitivamente para o Benfica Campus, a partir de 2006.

"Temos agora condições fantásticas. Tínhamos vários sítios para treinar, Odivelas, Monte da Galega. Essas dificuldades obrigaram-nos a ser mais fortes. Está entre os melhores centros de treino do mundo. Se olharmos para outros clubes, o Barcelona e Real Madrid têm academia há poucos anos. O Benfica está sempre a melhorar e a inovar. O desafio é melhorar", observou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG