Rúben Semedo investigado por desacatos com arma

Ex-jogador do Sporting terá ameaçado algumas pessoas num bar e numa casa de alterne de Valência, em novembro de 2017

O internacional sub-21 português Rúben Semedo está a ser investigado pela polícia espanhola por alegadas ameaças com uma pistola, no passado mês de novembro de 2017, num bar e numa casa de alterne em Valência, de acordo com o jornal espanhol Las Provincias.

Em semanas diferentes, o ex-jogador do Sporting ter-se-á dirigido a um bar e a uma casa de alterne em Valência e após duas altercações terá recorrido ao uso de uma arma para fazer ameaças. Esta é, pelo menos, a versão da polícia espanhola, que deteve o jogador português para interrogatório, mas que não conseguiu encontrar a referida arma que o central de 23 anos alegadamente terá utilizado.

A polícia já ouviu algumas testemunhas, e de acordo com a imprensa espanhola, uma delas, empregado do bar onde ocorreu o incidente, revelou não ter visto qualquer arma na posse do futebolista, que considerou ser "um bom cliente do local". Uma outra, que terá assistido à confusão, identificou o carro do jogador.

A investigação está ainda numa fase inicial, mas todas as testemunhas já terão sido ouvidas, segundo o jornal Las Provincias, que deu a notícia em primeira mão. Resta agora saber se as possíveis provas serão suficientes para que o Ministério Público espanhol leve o caso a tribunal. Para já ainda ninguém apresentou uma queixa contra o internacional sub-21.

A direção do Villarreal também ainda não tomou qualquer posição face a este incidente, do qual já tinham sido informados, segundo alguma imprensa espanhola. Mas caso se confirme a gravidade dos factos, o jogador poderá arriscar o despedimento, de acordo com as normas de conduta do clube, ainda que fontes do emblema espanhol tenham revelado ontem a vários jornais que as notícias "são contraditórias".

Villarreal na expectativa

Quem já falou sobre este assunto foi o treinador Javier Calleja, confirmando a investigação a Rúben Semedo, mas não querendo alongar-se sobre o tema. "Há uma investigação aberta e até que termine não vamos opinar por um tema da vida pessoal do jogador", revelou ontem o técnico em conferência de imprensa.

O DN tentou obter uma reação do jogador e também do seu empresário, Catio Baldé, mas até à hora do fecho desta edição ambos estiveram incontactáveis.

A passagem do ex-jogador do Sporting pelo Villarreal não tem sido feliz, devido a uma lesão que o afastou dos relvados nos últimos meses. O defesa-central, que chegou a Espanha nesta temporada, a troco de 14 milhões de euros, fez apenas cinco jogos pelo emblema do país vizinho. O Villarreal, refira-se, é atualmente o quinto classificado da Liga espanhola

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG