Putin diz que ausência de atletas russos "baixa fasquia" dos Jogos 

O presidente russo lamentou a exclusão de atletas russos dos jogos olímpicos, alguns líderes em muitas modalidades

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, considerou hoje que a ausência de algumas das 'estrelas' do desporto russo -- líderes em muitas disciplinas -- nos Jogos Olímpicos Rio2016 irá abalar a qualidade da competição.

Putin, que falou numa receção no Kremlin a atletas, entre os quais os suspensos Yelena Isinbayeva e Sergey Shubenkov afirmou que as outras pessoas do desporto têm a noção de que "a qualidade das suas medalhas será diferente".

É óbvio que a ausência de competidores russos baixa a fasquia e reduz a intensidade da competição e isso em relação aos eventos que se aproximam

O presidente russo lamentou a exclusão de alguns atletas russos do Rio2016, na sequência do escândalo de doping que afetou o desporto do país, e após um relatório ter denunciado a conivência estatal na manipulação de resultados de 'doping'.

"A situação atual não só vai para lá da esfera legal, ultrapassa o senso comum", disse Putin.

Mais de 100 atletas russos -- incluindo toda a equipa de atletismo, com exceção de Darya Klishina -- vão falhar os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que se disputam de 5 a 21 de agosto.

O Comité Olímpico Internacional (COI) deixou domingo 'nas mãos' de cada federação a decisão em relação à possibilidade dos atletas competirem, com a IAAF a excluir todos menos Klishina, radicada nos Estados Unidos, enquanto outras têm indicado nomes.

Desde domingo aos 67 da equipa de atletismo juntaram-se mais 41 excluídos por outras federações.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG