Adeus Michael Phelps! A despedida tinha de ser de ouro

O nadador norte-americano somou a 5.ª medalha de ouro no Rio, 23.ª da carreira e a 1001 da história do olimpismo norte-americano. Foi uma despedida com estrondo

Com ouro. Não podia ser de outra forma. O norte-americano Michael Phelps despediu-se ontem dos Jogos Olímpicos do Rio com mais um primeiro lugar - o 5.º no Rio, o 23.º da sua carreia olímpica -, elevando para 28 o total de medalhas em Jogos. O mais titulado atleta olímpico de sempre ganhou a estafeta 4x100 metros estilos, com Ryan Murphy, Cody Miller e Nathan Adrian. Phelps foi o terceiro a entrar para a água para nadar mariposa, o seu estilo mais forte (tem o recorde do Mundo dos 100 e 200 metros), e deu a liderança aos Estados Unidos, para Nathan Adrian fechar a chave de ouro com o tempo de 3.27,95, um novo recorde olímpico.

Depois de festejar com os colegas de equipa, Phelps emocionou-se a cumprimentar o público, ao mesmo tempo que a sua mulher, Nicole, também chorava na bancada. Sempre muito acarinhado, teve direito às maiores ovações da noite quando recebeu a medalha e quando mostrou um cartaz onde se lia Thank You Rio (Obrigado Rio) ao público que esperou pacientemente pela cerimónia do pódio. Escutou o hino com os olhos rasos de lágrimas e na volta de honra à piscina foi aplaudido de pé pela equipa de árbitros. Aos 31 anos, e salvo uma nova surpresa como aconteceu após Londres 2012, Phelps despediu-se de vez dos Jogos Olímpicos.

"Ao caminhar para a piscina esta noite, quase chorei. Último aquecimento, última vez a vestir o fato, a última vez a representar o meu país em frente de milhares de pessoas. É de loucos. Esta é a forma como queria terminar a minha carreira. Sabe bem perceber que o trabalho árduo compensou e que fui capaz de ultrapassar alguns tempos difíceis dos últimos dois anos e regressar ao sítio onde sempre quis estar. Esta foi a cereja no topo do bolo e já estou ansioso por começar um novo capítulo", afirmou Phelps, na sua despedida.

A noite que encerrou a natação nos Jogos proporcionou também um marco histórico para o olimpismo norte-americano, que conquistou no Rio a sua milésima medalha de ouro. Apesar de existirem versões discordantes, o contador de medalhas do comité olímpico norte-americano dava conta de 977 ouros antes dos Jogos do Rio começarem. Até ao momento, os atletas Estados Unidos subiram ao primeiro lugar do pódio por 24 vezes, a última das quais através da equipa masculina de 4x100 estilos da qual fez parte Michael Phelps. Essa foi a medalha 1001. Antes, coube à equipa feminina da mesma disciplina, composta Kathleen Baker, Lilly King, Dana Vollmer e Simone Manuel ganhar a sua prova e dar a medalha 1000 aos Estados Unidos.

A jornada ditou ainda mais dois novos campeões olímpicos. A dinamarquesa Pernille Blume venceu os 50 metros livres, enquanto o italiano Gregorio Paltrinieri dominou os 1500 metros livres.

As 28 medalhas de Michael Phelps
Rio de Janeiro 2016
OURO (07/08/2016) - 4x100 livres
OURO (09/08/2016) - 4x200 livres
OURO (09/08/2016) - 200 mariposa
OURO (11/08/2016) - 200 estilos
PRATA (12/08/2016) - 100 mariposa
OURO (13/08/16) - 4x100 estilos

Londres 2012
PRATA (29/07/12) - 4x100 livres
PRATA (31/07/12) - 200 mariposa
OURO (31/07/12) - 4x200 livres
OURO (02/08/12) - 200 estilos
OURO (03/08/12) - 100 mariposa
OURO (04/08/12) - 4x100 estilos

Pequim 2008
OURO (10/08/08) - 400 estilos
OURO (11/08/08) - 4x100 livres
OURO (12/08/08) - 200 livres
OURO (13/08/08) - 200 mariposa
OURO (13/08/08) - 4x200 livres
OURO (15/08/08) - 200 estilos
OURO (16/08/08) - 100 mariposa
OURO (17/08/08) - 4x100 estilos

Atenas 2004
OURO (14/08/04) - 400 estilos
BRONZE (15/08/04) - 4x100 livres
BRONZE (16/08/04) - 200 livres
OURO (17/08/04) - 200 mariposa
OURO (17/08/04) - 4x200 livres
OURO (19/08/04) - 200 estilos
OURO (20/08/04) - 100 mariposa
OURO (21/08/04) - 4x100 estilos

Exclusivos