Doze anos depois, Cristiano Ronaldo volta ao Manchester United

Internacional português despediu-se dos adeptos da Juventus nas redes sociais e vai voltar ao clube que representou entre 2003 e 2009

Cristiano Ronaldo foi esta sexta-feira oficializado como reforço do Manchester United, que confirmou a contratação do jogador português nas redes sociais.

"O Manchester United tem o prazer de confirmar que o clube chegou a acordo com a Juventus para a transferência de Cristiano Ronaldo, sujeito a acordo de termos pessoais, visto e testes médicos. Cristiano, cinco vezes vencedor da Bola de Ouro, ganhou até agora mais de 30 troféus importantes durante a sua carreira, incluindo cinco títulos da Liga dos Campeões da UEFA, quatro Mundiais de Clubes da FIFA, um total de sete campeonatos em Inglaterra, Espanha e Itália, e o Campeonato Europeu por Portugal. Na sua primeira passagem pelo Manchester United, marcou 118 golos em 292 jogos. Todos no clube estão ansiosos para receber Cristiano novamente em Manchester", escreveram os red devils no seu portal oficial.

"Agente Bruno" saúda regresso

Quem já saudou o regresso de Cristiano Ronaldo ao Manchester United foi Bruno Fernandes, companheiro de seleção nacional e, a partir de agora, companheiro de equipa em Old Trafford, assumindo-se como intermediário do negócio. "Agente Bruno?", escreveu o médio luso, que alinha nos red devils desde 2019-20, na sua página oficial no Twitter, deixando a mensagem de boas-vindas ao capitão da seleção portuguesa: "Bem-vindo de volta, Cristiano".

O treinador do Manchester United, o norueguês Ole Gunnar Solskjaer, revelou contactos de Bruno Fernandes com Cristiano Ronaldo, quando confrontado com a vontade de o avançado deixar a Juventus e poder regressar ao clube, 12 anos depois.

"Sei que o Bruno [Fernandes] tem falado com ele. Sabe o que sentimos por ele e, se algum dia se afastar da Juventus, sabe que estamos aqui", disse esta sexta-feira Solskjaer, antes de o clube confirmar o acordo com o emblema italiano para o regresso de Ronaldo.

"Dei o meu coração e a minha alma pela Juventus"

Nas redes sociais, Cristiano Ronaldo despediu-se da Juventus. "Hoje parto de um clube incrível, o maior da Itália e com certeza um dos maiores de toda a Europa. Dei o meu coração e a minha alma pela Juventus e vou amar a cidade de Turim até ao fim dos meus dias. Os adeptos bianconeri sempre me respeitaram e tentei agradecer esse respeito lutando por eles em todos os jogos, em todas as épocas, em todas as competições. No final, todos podemos olhar para trás e perceber que conquistámos grandes coisas, não tudo o que queríamos, mas ainda assim, escrevemos uma bela história juntos. Sempre serei um de vós. Vocês fazem agora parte da minha história e sinto que faço parte da vossa. Itália, Juve, Turim, adeptos bianconeri, estarão sempre no meu coração", escreveu.

A transferência de Cristiano Ronaldo para o rival Manchester City era dada como certa pela imprensa internacional, mas as negociações sofreram um revés e, afinal, o internacional português regressa ao Manchester United, clube que representou entre 2003 e 2009.

Segundo a BBC e a Sky Sports, os citizens terão desistido da contratação de CR7 depois de analisarem a proposta apresentada pelo empresário Jorge Mendes.

Ao declinar a aquisição do jogador de 36 anos, os campeões ingleses estenderam a passadeira ao grande rival, o Manchester United, que já terão apresentado uma proposta ao futebolista, que por volta das 16.00 aterrou em Lisboa, onde deverá fazer testes médicos.

Em declarações aos jornalistas na chegada a Portugal, CR7 confirmou estar de saída da Juventus e abordou o seu futuro: "Vão saber daqui a uma hora." Pouco depois, o Manchester United oficializou o regresso do internacional português.

Durante a manhã, o treinador da Juventus, clube ao qual o português ainda pertence, revelou que o madeirense pediu para deixar o emblema de Turim. "Ontem, Cristiano Ronaldo comunicou-me que não tem intenção de ficar na Juventus", disse Massimiliano Allegri, durante a conferência de imprensa de antecipação do jogo Juve-Empoli.

Na mesma conferência de imprensa de antevisão do encontro com o Empoli, para a segunda jornada da Liga italiana, Allegri confirmou que o avançado português "despediu-se hoje do balneário".

"Não estou dececionado com o Cristiano. Quer deixar-nos depois de três anos. Faz parte da vida", frisou o treinador.

O jogador português esteve esta sexta-feira no centro de treinos da Juventus, para se despedir dos colegas de equipa, tendo saído 40 minutos depois, falhando assim a sessão de treino, avança o jornal Gazzetta dello Sport.

Cristiano Ronaldo começou no banco no domingo na visita à Udinese, na primeira jornada da Liga italiana, e na quarta-feira abandonou o treino acompanhado por um elemento da equipa técnica, com queixas num dos braços, após choque com o brasileiro Alex Sandro.

O astro luso chegou a Turim na época de 2018-19, proveniente do Real Madrid, e tem contrato com a Juventus por mais uma temporada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG