"Que esta medalha seja uma rampa de lançamento para mim e para a natação nacional"

Alexis Santos fala da motivação extra ganha com a histórica conquista do bronze em 200 m estilos e projeta as ambições futuras

Alexis Santos acordou "cansado mas muito orgulhoso". Graças a ele, anteontem, Portugal voltou a conquistar uma medalha em Campeonatos Europeus de piscina longa, 31 anos depois - bronze na final de 200 metros estilos. No entanto, ontem isso já era passado e o nadador do Sporting, de 24 anos, dava voz a novas ambições: "Espero que esta medalha seja uma rampa de lançamento para mim e para a natação nacional. Que todos os nadadores portugueses acreditem que, com muito trabalho, é possível chegar lá."

Não é demais repeti-lo: Alexis fez história, pois antes dele só outro português - Alexandre Yokochi, prata nos 200 m bruços em Sófia 1985 - tinha ganho uma medalha em Europeus de piscina longa. No entanto, o atleta lisboeta não fica preso a esse sucesso. Há mais objetivos pela frente: a prova de 400 m estilos (domingo, na última jornada dos Europeus, que estão a decorrer em Londres), os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro (para os quais já está apurado) e todas as metas que se seguirem, pelo menos, até Tóquio 2020.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG