Processo de inquérito ao episódio de Coentrão com socorristas

Conselho de Disciplina da Federação instaurou um processo ao sucedido no minuto 60 do clássico do Dragão entre FC Porto e Sporting

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol decidiu instaurar um processo de inquérito na sequência à altercação entre o lateral leonino Fábio Coentrão e os socorristas ocorrida ao minuto 60 do clássico entre FC Porto e Sporting realizado sexta-feira e que terminou com o triunfo dos dragões por 2-1.

Na sequência do sucedido o árbitro Artur Soares Dias expulsou dois socorristas quando o lateral tentava repor a bola o mais rapidamente possível visto que o Sporting estava em desvantagem no marcador. Na altura, o adjunto do Sporting, Raul José, pediu a identificação dos dois elementos do staff médico aos agentes da autoridade.

Fábio Coentrão pode ser alvo de uma mera repreensão ou, então, se for provado que agrediu um dos socorristas, será suspenso e pagará uma multa até 25 550 euros.

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.