Presidente do Comité Olímpico Japonês interrogado por suspeitas de fraude

O presidente do Comité Olímpico do Japão, Tsunekazu Takeda, revelou esta terça-feira que foi interrogado pelas autoridades nipónicas no âmbito de uma investigação sobre alegados financiamentos ilegais.

Tsunekazu Takeda confirmou que foi ouvido na semana passada a pedido das autoridades francesas, que investigam suspeitas de suborno durante a candidatura da capital japonesa à organização da próxima edição dos Jogos Olímpicos de verao.

A justiça francesa investiga a legalidade de pagamentos estimados em dois milhões de dólares (cerca de 1,9 milhões de euros), alegadamente efetuadas pela candidatura japonesa por intermédio de uma conta associada ao Comité Olímpico Internacional.

O líder do Comité Olímpico do Japão (JOC), que também presidiu ao comité de candidatura de Tóquio, explicou aos jornalistas que respondeu a todas as questões "com o objetivo de colaborar com a investigação", insistindo na legalidade e transparência de todos gastos da candidatura.

Tsunekazu Takeda já tinha defendido que todos os pagamentos do comité de candidatura foram declarados, auditados e documentados ao COI como pagamentos no âmbito da candidatura, "uma prática corrente" dos processos de candidaturas olímpicas.

No entanto, as autoridades judiciais francesas suspeitam de delitos financeiros, como corrupção e lavagem de dinheiro, em transações realizadas desde uma conta no Japão, entre julho e outubro de 2013.

Exclusivos