Pai de Neymar: "Não nos podíamos submeter à chantagem"

Pai do futebolista brasileiro diz que queria que o filho focasse no FC Barcelona até o clube se recusar a pagar o prémio de renovação

O pai do futebolista brasileiro Neymar disse hoje ter tentado convencer o avançado a permanecer no FC Barcelona, até o clube espanhol se recusar a pagar o prémio de renovação, em entrevista à rádio Cope.

"Foi a decisão dele", afirmou Neymar Sr., confirmando as declarações do filho, que se tornou no futebolista mais caro de sempre ao trocar os catalães pelo Paris Saint-Germain, por 222 milhões de euros, de que esta transferência contrariava o seu pai.

Neymar Sr. realçou a vontade que o filho tinha de enfrentar um novo objetivo, elogiando-lhe a "muita coragem".

A recusa de o clube catalão pagar os 26 milhões de euros do prémio de renovação do contrato de Neymar, mudou o lado a Neymar Sr.

"Não podia fazer nada se eles não nos pagavam. E não nos podíamos submeter à chantagem. Foi nesse momento que o FC Barcelona perdeu o meu apoio, quando decidiu não pagar. Até então eu estava do lado do clube, a tentar convencer o Neymar a ficar", frisou.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG