Telma Monteiro lidera qualificação para Jogos Olímpicos

A judoca Telma Monteiro lidera a comitiva de nove judocas que discute entre sexta-feira e domingo o Grande Prémio de Ulan-Bator, naquela que será a primeira prova de qualificação da atleta.

Telma Monteiro falhou, juntamente com os restantes judocas, o Grande Prémio de Budapeste, a 21 e 22 de junho, devido a um erro administrativo da Federação Portuguesa de Judo (FPJ), que enviou as inscrições fora de prazo.

Na capital da Mongólia, a judoca com melhor palmarés em Portugal -- apesar de lhe faltar uma medalha olímpica -- terá a sua primeira prova de qualificação num percurso de dois anos até aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Aos 28 anos, Telma Monteiro ocupa atualmente a 11.ª posição no "ranking" da sua categoria, num apuramento olímpico que terá como base a classificação mundial, com 14 vagas em cada categoria feminina e 22 nos masculinos, sem que os países possam ter mais do um judoca por peso.

"Esta será a minha primeira prova de apuramento olímpico. Uma jornada que será longa e exigente, mas estou a treinar para vencer as adversidades e ser cada vez melhor", disse a judoca na sua conta na rede social Facebook.

Em femininos, Telma é a única representante de Portugal em Ulan-Bator, enquanto em masculinos, Jorge Fonseca (-100 kg) é o mais bem cotado, ocupando para já o 38.º lugar da hierarquia mundial.

A seleção portuguesa atravessa uma fase de remodelação, em especial no setor masculino, no qual João Pina e João Neto, atualmente como técnicos na FPJ, terminaram as suas carreiras.

Jorge Fonseca tem sido dos judocas mais consistentes, numa lista em que surgem também Célio Dias (-90 kg, 67.º do Mundo) ou Nuno Carvalho (-60 kg, 55.º).

Na Mongólia estarão ainda Sergei Oleinic (-66 kg, 73.º), Diogo César (-66 kg, 94.º), André Alves (-73 kg, 67.º), Jorge Fernandes (-73 kg, 82.º) e Diogo Lima (-81 kg, 104.º), judocas com uma tarefa hercúlea de dois anos para alimentarem o sonho olímpico.

Nos mais recentes Jogos Olímpicos, Portugal teve quatro judocas em Londres2012, cinco em Pequim2008 e quatro em Atenas2004.

Em 2000, em Sydney, a delegação portuguesa teve seis judocas em ação e foi aí que conseguiu a primeira e única medalha do judo português, com o bronze conquistado por Nuno Delgado, na categoria de -81 kg.

A atual qualificação olímpica decorre até 30 de maio de 2016, com 252 atletas a qualificarem-se diretamente através do ranking internacional. Há 154 vagas para masculinos e 94 para femininos, no total de sete categorias em cada variante.

Exclusivos