Sérgio Paulinho ao lado de Contador no Tour

Português, medalha de prata nos Jogos Olímpicos de 2004, integra o lote de ciclistas escolhidos pela Tinkoff-Saxo para a Volta a França. Checo Roman Kreuziger é o grande ausente.

O português Sérgio Paulinho, vice-campeão olímpico em Atenas 2004, vai voltar a ser um dos escudeiros do espanhol Alberto Contador na edição de 2014 da Volta a França em bicicleta, segundo anunciou esta segunda-feira a Tinkoff-Saxo.

Pela sétima vez na Grande Boucle, Paulinho, um fiel gregário do espanhol em algumas das suas principais vitórias e amigo pessoal do vencedor da Volta a França de 2007 e 2009, é um dos nove eleitos do diretor desportivo Bjarne Riis para ajudar Contador ao longo da corrida, que vai ser disputada entre sábado e 27 de julho.

"Foi muito difícil selecionar a equipa. Este ano tivemos um grupo muito forte de candidatos, que mostraram um espírito impressionante. Escolhemos uma equipa de alta qualidade, em relação ao poder individual, mas também quanto à sua compatibilidade para se apoiarem uns aos outros e como equipa para levar ao objetivo principal de vencer o Tour com o Alberto", frisou Riis.

Além do português Paulinho, Contador vai contar com o apoio do australiano Michael Rogers, tricampeão mundial de contrarrelógio, e do irlandês Nicolas Roche, numa formação em que a grande ausência é o checo Roman Kreuziger, quinto classificado no Tour 2013, devido a anomalias no seu passaporte biológico. O português Bruno Pires também ficou de fora da Grande Boucle.

"Escolhemos corredores capazes de proteger o Alberto em todo o tipo de etapas e de o apoiarem ao máximo na montanha. Tenho total confiança na nossa equipa, na sua disponibilidade e no seu compromisso de assumir a luta deste ano no Tour. Estamos todos focados em conquistar a camisola amarela no pódio francês", concluiu Riis.

Os outros atletas selecionados pela Tinkoff-Saxo foram Rafal Majka, Jesús Hernandez, Daniele Bennati, Matteo Tossatto e Michael Morkov.

Sérgio Paulinho, de 34 anos, venceu uma etapa na edição de 2010 da Volta a França, em Gap, e sagrou-se campeão português de contrarrelógio em 2004 e 2008.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG