Seleção feminina afastada dos "quartos"

Fu Yu foi a única a conseguir pontuar para Portugal, na derrota por 3-1 diante da Roménia.

A seleção portuguesa feminina foi nesta quinta-feira afastada dos quartos de final do Campeonato da Europa de equipas de ténis de mesa, após perder 3-1 com a Roménia, e vai agora lutar pela manutenção na principal divisão europeia.

No MEO Arena, em Lisboa, na terceira e última jornada do Grupo B, Portugal até entrou bem perante um adversário que é número um do "ranking" e vice-campeão europeu, com uma vitória de Fu Yu por 3-0, mas perdeu os restantes três jogos.

A mesatenista luso-chinesa, quinta do "ranking", entrou a todo o "gás" e "despachou" Bernadette Szocs em 18 minutos, com os parciais de 11-4, 11-8 e 12-10, e parecia ter "escancarado" as portas dos "quartos" para a seleção portuguesa.

Contudo, mais curto foi ainda o segundo jogo, desta vez com a experiente Elizabeta Samara a vencer a ainda júnior Rita Fins, por 11-8, 11-5 e 11-2, em apenas 14 minutos, empatando assim o confronto.

As esperanças lusas ainda foram reforçadas quando Ana Neves venceu o primeiro set (11-8) perante Camelia Postoaca, mas a jogadora romena recuperar nos três seguintes (11-3, 11-4 e 11-7) e alcançou o triunfo.

Em desvantagem, Fu Yu voltava a ter na sua "raqueta" o destino de Portugal, mas a jogadora de 35 anos sofreu a sua primeira derrota nesta competição, ao perder por 3-1 diante de Elizabeta Samara.

A mesatenista do Metz ainda assumiu a vantagem no primeiro "set", vencendo Samara (11-9), mas a experiência da jogadora romena foi determinante no resto do encontro.

Samara conquistou os três restantes "sets" (11-9, 11-7 e 11-8) e fechou o confronto com Portugal, afastando assim a seleção lusa de uma presença inédita nos quartos de final.

A formação lusa vai agora tentar ainda alcançar o nono lugar da competição e necessita apenas de uma vitória para se manter na primeira divisão feminina do ténis de mesa europeu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG