"Saca" acredita na permanência entre a elite

O português Tiago Pires disse este domingo acreditar na sua permanência no circuito mundial de surf, depois de ter terminado o Moche Rip Curl Pro Portugal, da 10.ª e penúltima etapa, entre os 25.ºs classificados.

"Estou com um pé fora, mas sinto que ainda tenho algumas hipóteses pela frente, nomeadamente no circuito de qualificação. Não era a coisa mais bonita de se fazer, mas se me conseguir manter pelo circuito de qualificação, olho essa oportunidade com bons olhos", afirmou Tiago Pires, 25.º do "ranking" mundial.

A cumprir a sétima temporada no circuito mundial, "Saca" voltou a falhar a qualificação para a terceira eliminatória da etapa de Peniche, num "heat" frente ao australiano Kai Otton, vencedor da etapa lusa em 2013.

"Aqui surfo um pouco com mais ansiedade, sinto-me um bocadinho fora de mim aqui, mas a verdade é que o Kai Otton estava em grande forma. Infelizmente tinha maré cheia, não havia muitos tubos. A minha estratégia foi errada, foi esperar por tubos e neste momento do dia não havia muitos", lamentou o surfista da Ericeira.

Apesar do desconforto durante a bateria, Tiago Pires agradeceu o apoio proveniente da praia.

"O público foi incrível. De ano para ano parece que há mais pessoas, mais barulho. Isso deixa-me realmente muito orgulhoso e é bom para o país também. Apesar de não ter passado eles vieram dizer que sou o maior, ficam contentes na mesma. Isso é importante", rematou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG