Rui Silva vai tentar mínimos olímpicos no Porto

A Maratona do Porto, a decorrer a 02 de novembro, terá em Rui Pedro Silva um dos seus candidatos, que irá ainda correr com os olhos postos na obtenção de mínimos para os Jogos Olímpicos do Brasil 2016.

"O meu primeiro objetivo é chegar ao fim, dado que não é fácil acabar uma maratona (42,195 quilómetros). Depois, rolar no grupo da frente e se vencer ou conseguir mínimos, melhor", referiu Rui Pedro Silva, que apresenta como melhor marca 2:12,15 horas e correrá com o dorsal número um.

Rui Pedro Silva pretende intrometer-se no domínio queniano na prova, país que regista 10 triunfos em 10 edições, o último dos quais, em 2013, por Joash Kipkoech Mutai (2:13,04 horas).

"Tenho treinado para isso e, se não acontecer nada de impeditivo, penso que tal seja possível", referiu Rui Pedro Silva, acrescentando que a parte final do percurso, a subir, é bastante seletiva, "mas é igual para todos os participantes".

A Maratona do Porto, que irá ligar as cidades do Porto, Matosinhos e Vila Nova de Gaia, inclui ainda uma mini-maratona, uma distância de seis quilómetros, e uma Family Race, de 16 quilómetros.

A organização, a cargo da RunPorto, conta já com cerca de cinco mil inscritos para a maratona, oriundos de 47 países, e na totalidade das várias vertentes prevê superar os 10 mil participantes.

Estes números, ainda de acordo com os promotores, traduzem bem a importância crescente da prova no âmbito do atletismo mundial, e que começou, em 2004, com apenas 317 corredores.

Da história da prova, consta o recorde do percurso na posse do queniano Philemon Baaru, em 2011, com 2:09,51 horas, que foi o primeiro a terminar uma maratona em Portugal abaixo das 2 horas e 10 minutos.

Pela Maratona do Porto passou também a queniana Priscah Jeptoo, vencedora com recorde da edição de 2009, com 2:30,40 horas, considerada, presentemente, a melhor maratonista do Mundo.

Os objetivos, a curto e médio prazo, dos promotores da Maratona do Porto são os de atingir em 2015 os 7.500 inscritos e, no ano seguinte, obter uma grande marca internacional.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG