Rui Costa mantém 16.º posto na Volta à Suíça

Português da Lampre-Merida termina a quarta etapa da prova integrado no pelotão e continua a 37 segundos de Tony Martin. Mark Cavendish triunfa na chegada ao sprint.

O português Rui Costa (Lampre-Merida) permaneceu esta terça-feira na 16.ª posição da classificação geral após a quarta etapa da Volta à Suíça em bicicleta, a 37 segundos do alemão Tony Martin (Omega Pharma-Quick Step), que manteve a liderança.

Nos 160,4 quilómetros da tirada, entre Heiden e Ossingen, o britânico Mark Cavendish (Omega Pharma-Quick Step) foi o mais rápido, batendo ao sprint o espanhol Juan José Lobato (Movistar) e o eslovaco Peter Sagan (Cannondale), que terminaram nas mesmas 3:35.03 horas que o vencedor.

O campeão do Mundo de fundo e vencedor da prova em 2012 e 2013 chegou com o pelotão, tendo sido o 77.º a cruzar a meta, quatro segundos depois, tal como André Cardoso (Garmin-Sharp), 29.º, e Nelson Oliveira, 95.º.

Na classificação geral, Martin, que também cedeu quatro segundos para os da frente, ao ter sido 22.º na tirada, mantém os seis segundos de vantagem sobre o holandês Tom Dumoulin (Giant-Shimano), segundo classificado, mas tem agora Sagan mais perto, na terceira posição, a 10 segundos.

Cardoso e Oliveira prosseguem na 51.ª e 52.ª posições, respetivamente, a 2.19 e 2.31 minutos do tricampeão do Mundo de contrarrelógio.

Na quarta-feira, o pelotão da corrida helvética vai enfrentar 183,6 quilómetros da quinta etapa, entre Ossigen e Buren an der Aare, numa viagem com quatro prémios de montanha, dois de terceira categoria e outros tantos de quarta.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG