Portugal perde etapa final da Red Bull Race

A Red Bull Air Race GmbH anunciou esta quarta-feira o cancelamento da etapa portuguesa da Red Bull Air Race World Championship 2010. A final do campeonato mundial estava prevista para Portugal, a 4 e 5 de Setembro.

De acordo com as informações já conhecidas esta decisão resultou do atraso no processo que tinha como objectivo alcançar um novo acordo para o destino da corrida, que deveria ter lugar em Lisboa, Porto ou Gaia.
"A organização considera que se esgotou a margem de tempo necessária para colocar de pé um evento desta complexidade, dimensão e qualidade - características a que se habituaram, ao longo dos anos, os incontáveis fãs que a modalidade conta em Portugal", afirmou hoje em comunicado.

Ainda assim, a organização da Red Bull Air Race considera que "o processo negocial e de apoio à iniciativa com o Turismo de Portugal e as cidades associadas de Lisboa, do Porto e de Gaia" decorreu "de forma positiva".

No comunicado, Bernd Loidl, o CEO da Red Bull Air Race GmbH, reforça que "a Red Bull Air Race está empenhada em manter Portugal no calendário".

"Mas devido aos atrasos verificados na procura de um acordo final fomos confrontados com a necessidade de tomar a difícil decisão de cancelar a etapa portuguesa de 2010", explicou.

"O tempo disponível nesta fase é escasso para planear e executar um evento de qualidade", realça o responsável da organização da prova, que, recorda, tinha sido inicialmente anunciada para Lisboa, tendo no início de 2010 "os responsáveis pela cidade de Lisboa desenvolvido contactos com os seus congéneres do Porto e de Gaia no sentido de garantir um acordo mais alargado para Portugal".

Esta proposta conjunta previa, nos próximos quatro anos, a alternância da corrida entre o Norte e o Sul do país, sendo que este ano, a 04 e 05 de setembro, a prova iria realizar-se no Norte.

A Câmara de Gaia anunciou hoje que a prova da Red Bull Air Race, que este ano se iria realizar no Douro, nas marginais de Porto e Gaia, foi cancelada pela empresa promotora.

"A Câmara de Gaia foi informada, hoje de manhã, pela Red Bull Air Race do cancelamento da prova em Portugal, evocando motivos de natureza económico-financeira ligados à crise internacional", explica a autarquia em documento a que a Lusa teve acesso.

A Câmara de Gaia "reitera poder assumir todos os compromissos que acordou, incluindo os financeiros, para a realização desta prova, mas manifesta a sua estranheza por este desfecho, só possível pela intervenção leviana de responsáveis do Turismo de Portugal e de alguns autarcas que revelaram, em todo este processo, uma falta profissionalismo e pensaram exclusivamente no benefício das suas agendas políticas próprias".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG